Vitória da Conquista realizou primeiro casamento homoafetivo

Sem categoria
9 de março de 2013
por Genilson Coutinho


Trajadas com vestes africanas que evidenciavam suas convicções religiosas, em meio a aplausos e ovações efusivas, Rosilene dos Santos Santana e Eliana Souza Santos saíram da cerimônia civil que as tornou, oficialmente, casadas. Foi o penúltimo dos nove casamentos agendados na última quinta-feira, 7, no Fórum João Mangabeira. Por outro lado, foi o primeiro casamento homoafetivo realizado em Vitória da Conquista.
Segundo o Grupo Gay da Bahia (GGB), foi também o primeiro com essas características no interior do estado. “Para nós, foi um marco”, comemora Rosilene. “É mais uma prova de que nós existimos e vamos continuar lutando, até vencer”. E o que seria, exatamente, essa vitória? Rosilene tem a resposta: “É podermos dizer que nos amamos e que somos uma família como qualquer outra”Não à toa, estiveram presentes à cerimônia os secretários municipais Miguel Felício, de Desenvolvimento Social, e Edwaldo Alves, de Governo. “O casamento é um avanço, um fato a ser comemorado”, resumiu Felício.
O assessor técnico de Políticas Públicas para a Diversidade Sexual, Danilo Bittencourt, comemora os recentes avanços nas leis brasileiras que permitiram o casamento entre Rosilene e Eliana. “Antes os homossexuais tinham 73 direitos constitucionais que lhes eram negados. O casamento era um deles”, explica. Ele destaca, ainda, o fato de Vitória da Conquista já ter sido pioneira em uma série de atividades direcionadas a dar visibilidade à luta da população de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais (LGBT).Com informações da Militância LGBT da região