Samba de Terreiro movimenta Santo Antônio Além do Carmo

Música, No Circuito
11 de agosto de 2017
por Genilson Coutinho

Inudidun e Jota Veloso

Todas as quartas-feiras, a partir das 19h, na ABOCA Centro de Artes – Associação Baiana e Observatório de Cultura e Arte, acontece o SAMBA DE TERREIRO, com a Banda Inùdidún, iniciativa formada pelos filhos do ILÊ AXÉ OPÔ AFONJÁ e participação especial de Portela Açúcar, um dos integrantes do Cortejo Afro. Além de muita música, ABOCA também abre espaço para a poesia de Tiago Oliveira, o Tiago Poeta, e exposição da obra do artista plástico Carlos Kahan. Essa miscelânea cultural é marca registrada d’ABOCA que cria um espaço onde todas as manifestações culturais são bem vindas e se comunicam entre si.

A Inúdidùn, que tem mais de 3 anos de história, sendo formada por filhos do terreiro comandado por mãe Stella em São Gonçalo, vem trazendo o samba de terreiro para o Centro Histórico de Salvador, tornando as quartas-feiras d’ABOCA uma das manifestações culturais mais concorridas da cidade com animação, muito samba no pé e muito axé e bênçãos do Ilê Axé Opô Afonjá.

Inudidun2

O projeto musical d’ABOCA completou três anos, durante esse tempo, muita gente boa passou por lá. Artistas renomados e anônimos, poetas, cantores, instrumentistas, entre outros, além de um público diversificado e fiel formado por intelectuais, jornalistas, políticos, artistas e formadores de opinião. Mais de 500 nomes do cenário artístico cultural nacional e internacional, tais como Mariene de Castro, Paulinho Boca de Cantor, Gerônimo, Armandinho Macêdo, Sabine Kouli, Fredy Ribeiro, Anderson Santos, Mateus Aleluia, Mabel Veloso e Jota Veloso, padrinho do projeto, já se apropriaram do palco d’ABOCA tornando este um lugar onde as artes se integram e convivem de forma harmônica.

Inudidun1

ABOCA Centro de Artes também conta com Ras Ciro Lima, mestre de capoeira, discípulo direto de Mestre João Pequeno e Presidente Fundador da CECA – Centro de Estudos da Capoeira Angola – Pernambués que é um dos pilares d’ABOCA disseminando o Reggae Ladainha.

As apresentações acontecem na ABOCA Centro de Artes, que fica localizada na Rua dos Marchantes, 12, no Santo Antônio Além do Carmo, sempre as quartas-feiras a partir das 19h e com entradas a R$ 10,00. Telefones para contato: 71 2137-6808 e 71 99334-8893.