Paulette Furacão tenta pela primeira vez uma vaga na Câmara dos Vereadores de Salvador; confira a entrevista

Notícias
12 de setembro de 2016
por Genilson Coutinho

Foto: Genilson Coutinho

Paulette Furacão, Educadora Social, primeira trans a ocupar um cargo público no Estado da Bahia, trabalhou no Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas, na inserção de jovens ao Mercado de Trabalho e na construção da primeira conferência Estadual LGBT. Atualmente representa o Fórum LGBT Baiano, a Rede Afro LGBT e a Associação LGBT Laleska D’ Capri. Entre suas conquistas, se destaca também por ser a primeira Conselheira de Direitos Humanos no trabalho de prevenção às DSTs e representar o estado nas Conferências Nacionais LGBT, Segurança Pública de Emprego e Trabalho Decente. Confira mais uma entrevista da serei eleições promovida pelo site Dois Terços:

Dois Terços – Como nasceu o desejo de se candidatar?

Paulette Furacão – Este é um desafio que as comunidades e grupos onde atuo me colocaram. Aceitei o desafio em respeito ao desejo destas pessoas e grupos. Se não fosse um “lugar comum” eu resumiria que esta é a vontade do povo que me conhece: eleger Paulette Furacão vereadora em 2016

Dois Terços – Qual a importância de um representante LGBT no legislativo municipal?

Paulette Furacão – A diversidade e a pluralidade enriquecem toda e qualquer sociedade e grupo humano. Uma cidade como Salvador, tão plural e diversa, tem que ser assim representada na sua câmara de vereadores. Paulette Furacão será UMA Trans na Câmara de vereadores, representando os interesses de TODA a população soteropolitana

Dois Terços – Você traz uma experiência muito grande na militância LGBT baiana. O que você pensa em trazer dessa vivência para câmara?

Paulette Furacão – A sabedoria de ouvir todos e todas; a capacidade de mediar conflitos; a defesa dos direitos de todos e todas, a começar pelas pessoas mais empobrecidas e em maior desvantagem sócio-econômico-cultural. Sonho com uma Salvador sem exclusões, preconceitos ou discriminações.

Dois Terços – Quais são suas prioridades se for eleita vereadora em Salvador?

Paulette Furacão – Construir um grande mandato popular que possibilite a participação de todos e todas. Propor projetos de leis que favoreçam a superação dos preconceitos e discriminações. Fiscalizar as ações do poder executivo exigindo, sobretudo transparência e lisura nos recursos públicos. Uma especial atenção ao enfrentamento da letalidade contra adolescentes e jovens negros e negras. Em sintonia com as metas da ONU, ampliar a prevenção, testagem e adesão ao tratamento do HIV AIDS em vista de reduzir paraa indetectável a carga viral das pessoas vivendo com o HIV

Dois Terços – Cite alguns projetos que você deseja levar à Câmara. Um vereador gay poderia ajudar na luta contra o preconceito? Como?

Paulette Furacão – Qualquer vereador pode e deve ajudar e eu já tenho uma trajetória de enfrentamento do preconceito e discriminação. Ampliarei esta luta para os mais diversos setores, porque entendo que uma pessoa feliz consigo mesma não discrimina ninguém. Difundir a beleza da diversidade nos diversos cantos e grupos há de fazer Salvador uma cidade mais plural e mais feliz.

Dois Terços – Você acredita que será eleita apenas com os votos dos LGBT’s?

Paulette Furacão – Paulette Furacão é a candidata de todos e todas. Meus votos virão das pessoas que me viram crescer no Nordeste de Amaralina, dos aprendizes e Trans que ajudei a inserir no mundo do trabalho, grupos e comunidades por onde transito, dos membros das diversas religiões e igrejas onde alimento a minha fé, das pessoas que me seguem nas redes sociais e das que através do site DOIS TERÇOS estão agora me conhecendo mais. Esta certeza me fortalece nesta campanha: represento muitos segmentos de Salvador

Dois Terços – Adoção, casamento homoafetivo e criminalização da homofobia estão na ordem do dia da comunidade LGBT, e no seu projeto?

Paulette Furacão – Diálogo, pluralidade, respeito aos direitos humanos, sustentabilidade, transparência, mobilidade urbana, enfrentamento da violência contra grupos vulneráveis.