LGBTQ+ poderão usar nome preferido em novo cartão da Mastercard

Notícias
18 de junho de 2019
por Genilson Coutinho

Foto: Paulo Liebert/AE/Corbis

*Do AdAge

A Mastercard tem trabalhado com parceiros para apresentar o modelo True Name, que permitirá aos consumidores usarem os nomes que desejarem em seus cartões de crédito e débito, sem exigir uma mudança legal de nome. Em comunicado divulgado esta segunda-feira, 17, a companhia afirma que esse processo deve ajudar particularmente consumidores transgêneros e não-binários.

De acordo com Raj Seshadri, presidente do setor de emissores norte-americanos da Mastercard, a rede já começou a conversar com os bancos para ajudá-los a implementar os cartões. “O que estamos introduzindo é um cartão que representa o indivíduo como ele realmente é”, diz Seshadri. “Isso é algo que deve ser acessível a todos da maneira que eles querem e não deve haver nenhuma dor nisso.”

Quase um terço dos indivíduos que tiveram de se identificar com nomes ou gêneros que não correspondem à sua apresentação relataram ter experiências negativas, incluindo o assédio, segundo a Mastercard. A companhia não exige que os comerciantes validem o nome do titular do cartão, e o nome no cartão não ajuda na segurança de uma transação, reforça Seshadri.

“A Mastercard ouviu a necessidade de privacidade e autenticidade dos transgêneros e não-binários e criou uma ferramenta poderosa para melhorar suas vidas”, afirmou Zeke Stokes, diretor de programas do grupo de defesa LGBTQ GLAAD, num comunicado. “Outras empresas devem fazer o mesmo, trabalhando com membros da comunidade LGBTQ para criar produtos financeiros que reflitam as identidades verdadeiras.”