Guiga Barbieri, de Minas Gerais, vence a 37ª edição do Miss Brasil Gay

Notícias
20 de agosto de 2017
por Genilson Coutinho

Guiga Barbieri recebeu a coroa da Miss Sheila Veríssimo, que tinha sido a última eleita, em 2013 (Foto: Reprodução/TV Integração)

A transformista Guiga Barbieri, de 35 anos, foi eleita a 37ª Miss Brasil Gay representando o estado de Minas Gerais. Durante a cerimônia, ela demonstrou favoritismo do público, que a aplaudiu a cada entrada no palco.

O traje de gala surpreendeu os jurados, com uma asa tecnológica que era acionada por controle remoto. Já o vestido teve cristais – inspiração que veio das cachoeiras de Minas Gerais.

Barbieri recebeu a coroa da Miss Sheila Veríssimo, que tinha sido a última eleita, em 2013. Desde então, a edição não foi realizada, até que voltou à cidade de Juiz de Fora em 2017.

Guiga Barbieri, representante de Minas Gerais, foi eleita Miss Brasil Gay (Foto: Reprodução/TV Integração)

O tema do desfile foi “Masculino e Feminino, a arte do transformismo” e a cerimônia foi conduzina pela jornalista da TV Integração, Érica Salazar e pela drag queen, Ikaro Kadoshi.

A Miss Amazonas, Nathália Lopes, ficou com o título de Júri Popular, após votação do público pela internet. Já a Miss Santa Catarina, Aysha Rubio, foi a Miss Simpatia escolhida pelas outras candidatas.

Das 27 candidatas, cinco foram finalistas. Além da Miss Minas Gerais, representantes de São Paulo, Rio de Janeiro, Bahia e Paraná passaram para a fase final.