Globo troca romance gay por filme homofóbico e gera revolta

Notícias
21 de janeiro de 2016
por Genilson Coutinho

A semana começou com a página oficial do filme ‘Hoje Eu Quero Voltar Sozinho’ fazendo uma publicação na internet em que comemorava o fato de passar pela primeira vez na TV aberta. A película que recebeu diversos prêmios em todo o mundo seria exibida em um horário “escondido” da Rede Globo de Televisão, na madrugada de sábado(23) , no ‘SuperCine’, que vai ao ar após o ‘Altas Horas’ apresentado por Serginho Groisman. No entanto, de última hora, toda a comemoração caiu por água abaixo e a Globo decidiu simplesmente tirar o filme de sua grade, o que gerou grande revolta das redes sociais, principalmente em páginas voltadas ao público gay.

O curioso é que o filme não tem nada de tão chocante assim. Durante toda a película, apenas um simples beijo é dado. ‘Hoje Eu Quero Voltar Sozinho’ surgiu como um curta publicado no Youtube. O sucesso ajudou a produção a se tornar um longa e a ganhar 94 festivais internacionais. Na obra, Guilherme Lobo interpreta Leonardo, um jovem cego que busca a independência, mas que tem uma mãe bem protetora. Com a chegada de Gabriel (Fabio Audi) à cidade, ele começa a experimentar novos sentimentos. É aí que o adolescente passa a saber mais sobre ele mesmo e também sobre sua sexualidade.

A felicidade dos amantes do filme não durou muito. No site da Globo, o ‘SuperCine’ já anuncia ‘Casa da Mãe Joana 2’, película que teve o apoio da ‘Globo Filmes’. A história é considerada homofóbica. Um dos personagens principais é um fantasma gay. Basta ele aparecer, para que os demais personagens façam piadas homofóbicas com ele. Dentre os xingamentos nada agradáveis, estão “bibinha”, “bicha” e “viado”, além de outras situações que destilam puro preconceito.

Os internautas questionam a Globo se é mais interessante mostrar sempre homossexuais em situações cômicas, do que exibir histórias mais próximas do real, como o romance mostrado no primeiro filme. O jeito é esperar, vai que o canal decide passar o filme na ‘Tela Quente’, em um horário bem mais chamativo. A emissora não se pronunciou sobre o caso.

Do Blastingnews