Gay é preso no Egito após marcar encontro pelo Grindr

Comportamento, Social
26 de junho de 2015
por Genilson Coutinho

greaddd

Um homem foi sentenciado a um ano de prisão no Egito após marcar um encontro pelo Grindr, famoso aplicativo gay. O jovem é sírio e fugiu de seu país com medo dos extremistas islâmicos. No Egito, ele marcou um encontro, mas foi ludibriado, pois se tratava de um policial passando-se por gay para prendê-lo.

A vítima foi obrigada a passar por “teste anal” e foi condenada por “incitar a libertinagem” e “solicitação para cometer atos imorais em público”, segundo o jornal “Times of Israel”.

Este sistema da polícia de usar o Grindr para encontrar gays já havia sido denunciado. No último ano, vários relatos na mídia internacional informaram sobre dezenas de prisões de homossexuais pela polícia egípcia.