Estande da Bahia foi destaque na 15ª Feira LGBT de São Paulo

Literatura, No Circuito, Notícias
5 de junho de 2015
por Genilson Coutinho

bahia

A 15ª edição da Feira LGBT de São Paulo que ocupou o Vale do Anhangabaú, no Centro da capital paulista, nesta quinta-feira (4), com várias atrações, entre shows de música, teatro e compromisso social, provou mais uma vez que tem credibilidade com o público, que chegou cedo para se divertir e conhecer um pouco dos projetos socais em prol da causa LGBT.

Este ano a Feira LGBT reuniu mais 60 tendas com diversidade de serviços, entre eles, exposição, gastronomia, moda, literatura, artigos culturais e com espaço até para realização de cursos, palestras sobre sexualidade e prevenção. Mas este ano, além de todo burburinho e correria para conhecer as novidades da Feira, o público sem dúvidas escolheu o estande da Bahia para fazer uma foto, pegar uma fitinha e saber informações sobre a Parada Gay da Bahia.

Esse foi o clima durante todo o dia, entre turistas de outros estados e baianos que moram em São Paulo que aproveitaram o espaço para matar saudades de Salvador.

parada21

parada25

O nome Bahia já é um chamariz, juntando com o branco dos filho de Gandhy do traje escolhido por Marcelo Cerqueira, presidente do GGB, para recepcionar os visitantes do espaço que se transformou em motivo de disputa entre o bate-papo com o público e as fotos.

Ao final do dia Marcelo Cerqueira usou seu Facebook para celebrar o sucesso da ação da Bahia em São Paulo:

“Experiencia incrível!!!Eu cheguei no estande ás 7h0 da manhã sai ás 20h. Meu corpo não conseguia andar, doía até o cérebro. Mas, foi emocionante eu vestido de Gandhy e o fascínio que a Bahia exerce nas pessoas. Amarrei centenas de fitas do Bonfim tirei outras centenas de fotografias, recebi abraços apertados, emocionantes que alguns me tocaram. Eu não sabia a quantidade de baianos que moram fora da Bahia mas que não esquece a Bahia, que ama a Bahia, que sairão voaram em busca de outros horizontes e muitas dessas pessoas choraram em meus ombros de emoção de tocar em um irmão de terra. Nossa missão em São Paulo só por isso valeu apena tanto esforço, tanto convencimento. Só do Se ligue aparecem cerca de cinco ex-jovens agora adultos, trabalhando, vivendo as suas vidas. Emocionante!”, pontou Cerqueira.

A ação promocional é realizada pelo Grupo Gay da Bahia (GGB) e pela ONG Quimbanda Dudu com patrocínio da Superintendência de Fomento ao Turismo do Estado da Bahia – Bahiatursa.

No domingo (8), a cantora Alinne Rosa comanda o trio baiano na Av Paulista.