Com show marcado na Concha Acústica em setembro O Teatro Mágico flerta com universo LGBT em novo clipe; assista

Música, No Circuito
21 de agosto de 2016
por Genilson Coutinho

A turma paulista do O Teatro Mágico é considerada o que há de mais moderno na recente música brasileira. Além das referências no circo tanto no figurino da trupe (que é o jeito que eles gostam de ser chamados e não de uma banda), eles se apresentam de uma forma inusitada acompanhados de bailarinas performáticas. OTM flerta ainda com moda, cinema, artes plásticas, teatro e com o universo LGBT. Prova disso é o novo videoclipe da trupe lançado em abril que vem cheio de glitter, paetê, purpurina e corpos livres. O título do trabalho já é bem sugestivo: Deixa Ser. A composição da faixa é assinada pelo vocalista do OTM Fernando Anitelli em parceria com Daniel Santiago e Lucas Silveira, da Fresno. O novo single faz parte do álbum Allehop, cuja turnê chega à Salvador dia 16 de setembro na Concha Acústica do Teatro Castro Alves, junto com a Scambo. “Deixa ser, deixa a roda girar… Foi logo após o carnaval que começamos a pensar no clipe.

Por isso, o que apresentamos é um forte clima de alegria, com uma pegada anos 80, pois a música tem uma pegada pop”, comenta a diretora do clipe Martha Kiss Perrone. Ela conta que o trabalho foi filmado em mais de cinco horas ininterruptas e o material produzido já vai gerar um novo clipe. “Reunimos amigos e familiares para dar o tom do vídeo. Neles mulheres se beijam, homens são livres e temos uma performance da maravilhosa drag Shanawaara Hara De Figueiredo, conhecida das noites paulistanas”, conta. Pra quem não quer esperar o dia 16 de setembro na Concha aí vai um pouco do O Teatro Mágico e o clipe da música Deixa Ser.