Cláudia Leitte faz campanha a favor da doação de sangue pela comunidade LGBT

Notícias
2 de maio de 2016
por Genilson Coutinho

Foto: Divulgaçãop

A cantora Cláudia Leitte resolveu assumir sua admiração e respeito pela comunidade LGBT com um pouco mais de coragem e clareza, em uma campanha pelo fim do preconceito e a proibição da doação de sangue pela população LGBT. Claudinha publicou no último sábado (30), no  seu instagram que será madrinha de uma campanha em defesa

“Gente, eu sou madrinha de uma campanha muito importante que pode ajudar a salvar milhares de vidas. Você sabia que o Brasil desperdiça milhares de litros de sangue todos os anos por puro preconceito? Existe uma portaria do Ministério da Saúde que impede homens gays e bissexuais de doarem, caso eles tenham feito sexo com outro homem no período de 12 meses. Se um homem homossexual ou bissexual se cuida, não usa drogas injetáveis, tem um parceiro estável, usa preservativo e cumpre todas as outras exigências da lei, por que ele não pode doar?”, publicou a madrinha .

Gente, eu sou madrinha de uma campanha muito importante que pode ajudar a salvar muitas vidas. Você sabia que o Brasil desperdiça milhares de litros de sangue todos os anos por puro preconceito? Existe uma portaria do Ministério da Saúde que impede homens gays e bissexuais de doarem, caso eles tenham feito sexo com outro homem no período de 12 meses. Se um homem homossexual ou bissexual se cuida, não usa drogas injetáveis, tem um parceiro estável, usa preservativo e cumpre todas as outras exigências da lei, por que ele não pode doar? A campanha Wasted Blood (sangue desperdiçado) quer mostrar para o Brasil quanto sangue o país deixa de ter por esse preconceito. Precisamos da sua ajuda. Entre na fila virtual de doadores em www.wastedblood.com.br e ajude a mudar isso. O preconceito não pode existir. Principalmente quando a vida de tanta gente está em jogo. #WastedBlood

A photo posted by Claudia Leitte (@claudialeitte) on