Cineclube Animassa exibe curtas-metragens

Cinema, No Circuito
18 de maio de 2016
por Genilson Coutinho

O Cineclube Animassa chega à sua décima edição neste sábado (21), às 17h, na RV Cultura e Arte no bairro Rio Vermelho, Salvador. Com objetivo de ampliar a exibição de filmes de animação para o público baiano, contribuindo para a formação de plateia para esse segmento audiovisual, o cineclube tem entrada gratuita e ainda oferece bate-papos especiais com os realizadores. A iniciativa é parte de uma programação voltada para artes gráficas realizada pela RV Cultura e Arte e é apoiada pelo Fundo de Cultura da Bahia, mecanismo de fomento à cultura gerido pelas secretarias de Cultura do Estado da Bahia (SecultBA) e da Fazenda (Sefaz).

A curadoria do projeto fica a cargo de Rafael Saraiva e o programa da próxima sessão conta com sete curtas: Toronto Alice (dir. Jennifer Linton); Plug & Play (dir. Michael Frei); Memento Mori (dir. Daniela Wayllace); Pintas (dir. Marcus Vinicius Vasconcelos); Sidewalk (dir. Celia Bullwinkel); Bem-me-quer (dir. Levi Magalhães); e The Missing Scarf (dir. Eoin Duffy).

Outras edições

Já foram exibidos no projeto filmes como Guida (dir. Rosana Urbes) curta vencedor do prêmio Jean-Luc Xiberras, dado ao melhor primeiro filme do festival de Annecy 2015, Linear (dir. Amir Admoni) vencedor do Prêmio Carlos Saldanha de Melhor Curta-Metragem Brasileiro no festival Anima Mundi em 2012, eDossiê Rê Bordosa (dir. Cesar Cabral) curta ganhador dos prêmios de roteiro e montagem do 36º Festival de Gramado. O cineclube recebeu ainda os realizadores Maria Carolina, Igor Souza, José Araripe, Emerson Almeida e Nara Normande para conservas sobre suas criações e o mundo da animação.

Serviço:

Cineclube Animassa – Sessão #10

Quando: 21 de maio, às 17h

Onde: RV Cultura e Arte (Av. Cardeal da Silva 158, Rio Vermelho)

Entrada gratuita (sujeita a lotação da sala)

Filmes desta sessão:

Toronto Alice
Jennifer Linton
Canadá | 2015 | 5’26”
A personagem Alice de “Alice através do espelho” de Lewis Carroll é transportada para a Toronto contemporânea. Enquanto anda de elétrico, Alice encontra uma dupla de personagens estranhos que engatam um debate igualmente estranho, sobre o fato de existirem ou não. O diálogo é adaptado diretamente de Carroll, mas com um clima divertido e atual.

Plug & Play
Michael Frei
Suiça | 2013 | 6′
Criaturas antropóides com plugs no lugar das cabeças estão aprontando. Em vez de obedecerem aos ditames do “dedo levantado”, eles querem seguir a si mesmos. Mas os dedos também cutucam por aí. Seria isto amor?

Memento Mori
Daniela Wayllace
Bélgica e Bolívia | 2012 | 10′
Em uma cerimônia de luto o fotografo tira uma foto de uma garotinha. Com um rosto trite, os enlutados saem da sala, deixando-a cercada de flores. Aos poucos, nós nos aproximamos da garota, entramos em sua mente e no universo da morte.

Pintas
Marcus Vinicius Vasconcelos
São Paulo | 2012 | 12’47”
De forma inesperada, uma garota perde as pintas coloridas que cobriam seu corpo. Ela e seus namorados precisarão recuperar a cor que se perdeu de suas vidas.

Sidewalk
Celia Bullwinkel
Estados Unidos | 2013 | 4’15”
Uma mulher caminha pela vida, mas na verdade sua jornada está dentro dela, ao confrontar seu corpo em constante mudança e aprender a amar a si mesma.

Bem-me-quer
Levi Magalhães
Ceará | 2015 | 7’10”
Sonho, ilusão e realidade marcados no dia-a-dia de uma secretária, ex-bailarina, que busca, a todo momento, fugir do seu tedioso trabalho.

The Missing Scarf
Eoin Duffy
Irlanda | 2013 | 7′
Uma comédia de humor negro que explora alguns dos medos mais comuns da vida: medo do desconhecido, do fracasso, da rejeição e, finalmente, o medo da morte. Narrado por George Takei.