Casal lésbico ganha R$ 280 mil após discriminação no Havaí

Comportamento, Social
23 de maio de 2016
por Genilson Coutinho

Um casal lésbico ganhou US$ 80 mil (cerca de R$ 280 mil) em um acordo com a cidade de Honolulu, após sofrer discriminação em março do ano passado na capital do Estado norte-americano do Havaí.

Courtney Wilson e Taylor Guerrero, que eram da Califórnia, estavam visitando o local quando foram perseguidas por um policial em uma mercearia. Elas estavam de mãos dadas e trocaram beijos como qualquer casal.

O oficial disse que elas não poderiam se tocar, elas ignoraram até que ele deu voz de prisão às duas. Elas se rebelaram e houve luta com o policial. Resultado: uma delas saiu machucada e ambas ficaram presas por três dias.

O policial, no entanto, não sofreu sanções. Uma investigação interna foi aberta e foi dito que as alegações das mulheres não foram sustentadas. Ele se aposentou no final do ano.

As duas, que não estão mais juntas, vão pagar os honorários dos advogados e dividir a quantia.

Do Parou Tudo