As estrelas LGBT mais icônicas e que são pura inspiração

Slider
5 de junho de 2019
por Genilson Coutinho

Junho é o Mês do Orgulho LGBT em todo o mundo. Apesar de não ser uma data oficial, a homenagem se popularizou após a revolta ocorrida nos Estados Unidos em 28 de junho de 1969. O acontecimento tornou-se amplamente conhecido como ‘Rebelião de Stonewall’ por conta da invasão da polícia ao bar gay Stonewall Inn.

O protesto rapidamente se transformou em conflito e, no ano seguinte, pessoas das mais diferentes orientações sexuais saíram para as ruas no que ficou conhecida como a primeira grande manifestação pelos direitos LGBT. Nova York, Los Angeles, Chicago e São Francisco realizaram marchas em junho de 1970 em memória aos tumultos em Stonewall.

A capital nova-iorquina inclusive nomeou o evento de ‘Christopher Street Liberation Day’ e o movimento reivindicou junho como o mês de luta pela igualdade da comunidade.

É importante lembrar que 2019 marca os 50 anos desde os tumultos de Stonewall. Por isso, uma grande marcha e celebração será realizada nas ruas de Nova York e contará ainda com o brilho de uma estrela brasileira. Sucesso agora também no exterior, a cantora Pabllo Vittar se apresenta com ninguém menos que a lendária Grace Jones e a rapper Teyana Taylor, informou a Out. Incrível, né?

Mas, para quem não conseguirá confirmar presença na Big Apple, a boa notícia é que há marchas e paradas em todo o Brasil em junho. Que tal entrar nesse clima de festa, confraternização e reflexão com os artistas LGBT mais icônicos da história?

No Mês do Orgulho LGBT, inspire-se com as estrelas que superaram o preconceito e fizeram a diferença no mundo!