Vereadora de Salvador tenta vetar pessoas trans nas competições esportivas

Genilson Coutinho,
11/05/2022 | 17h05

A vereadora Cátia Rodrigues apresentou, na Câmara de Vereadores, um Projeto de Lei no qual pretende determinar o sexo biológico como fator para participação em partidas esportivas oficiais, de qualquer modalidade, na cidade de Salvador. Para esse abuso, ela tem apresentado como argumento, a justificativa com exemplos de pessoas trans que tiveram seus resultados esportivos maximizados, quando comparado com o alcance em disputa com o sexo biológico.


Nesta violação dos direitos garantidos, ela tem recebido o apoio do vereador Aleluia, que quer por meio de Decreto interno da Câmara, anular um Decreto (DECRETO Nº 32.089 DE 26 DE DEZEMBRO DE 2019) do Prefeito, que foi o que instituiu o Plano Municipal de Políticas Públicas e Direitos Humanos de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis, Transexuais e Trangêneros – LGBT. Usa como justificativa, a suposta falta de oitiva da Câmara Municipal em política pública relevante para a cidade.
A comunidade LGBTQIAP+ precisa urgentemente se mobilizar e convocar os vereadores aliados para vetar mais esse absurdo desta dupla.
Meio a tantas demandas na cidade, ficamos nos perguntando: o que de fato fazem esses vereadores, além de querem retirar direitos garantidos da comunidade LGBTQIAP+?
Vamos denunciar e cobrar da Câmara Municipal mais respeito.