Música

No Circuito

Iza elimina Diva Menner da final do The Voice Brasil

Redação,
16/12/2020 | 12h12
Foto: Isabella Pinheiro / Gshow

O The Voice Brasil da última terça-feira (15) foi de eliminação e críticas do público, após a decisão de Iza de ter escolhido Victor Alves para a grande final do programa.

A pernambucana Diva Menner, a primeira mulher transgênero na história do programa, foi a mais votada pelo público, com 35% dos votos de casa. Victor recebeu 30% dos votos e foi para a final, ao receber os 20 pontos da jurada.
Para o púbico, Diva seria uma das finalistas desta edição, mas não chegou, diante da decisão da sua técnica.

Os baianos se manifestaram contra a decisão da jurada

Já era visível a alguns programas a inclinação da jurada em escolher Victor Alves nas suas decisões.
Mesmo com o resultado negativo, os fãs de Diva a consagraram como a grande vencedora da noite.
Neste edição, o programa teve duas lésbicas e uma mulher transexual que, juntas, utilizaram o espaço do programa para se posicionarem e botarem a cara no sol.

Antes do reality, Diva já brilhava nos palcos do Recife, onde nasceu e foir criada, mas o The Voice a apresentou para o Brasil todo:

 Foto: Globo/ Divulgação

“O The Voice foi um divisor de águas na minha carreira. Antes, era Diva Menner, uma cantora de Recife que cantava nos bares, nas orquestas e casamentos. Tinha um espaço bacana, mas local. Hoje, sou reconhecida nacionalmente. Grandes artistas me conheceram e repostam minhas apresentações nas redes. Consegui levar minha mensagem para o Brasil inteiro. E o programa está tendo esse cuidado de mostrar que, se uma mulher trans tiver uma oportunidade de ser alguém na vida, é possível. Sempre falo isso, então só tenho gratidão por estar aqui.”

Para nós, Diva é a grande vencedora!