Notícias

Catar vai permitir bandeiras e símbolos LGBTQIA+

Redação,
13/12/2020 | 21h12
Muçulmana e bandeira LGBT (foto: divulgação)

Sede da Copa do Mundo de 2022, o Catar informou em comunicado que permitirá a utilização de bandeiras e símbolos LGBT no torneio. A medida faz parte de estratégias da Fifa para combater a homofobia. O país árabe, no entanto, adota um código religioso que proíbe as relações entre pessoas do mesmo sexo. O sistema político do Catar mistura direito civil e direito religioso (islâmico).

De acordo com reportagem da ESPN, o presidente-executivo da Copa do Mundo de 2022, Nasser Al-Khater, afirmou que “quanto às bandeiras do arco-íris nos estádios, a Fifa tem suas próprias diretrizes, regras e regulamentos. Quaisquer que sejam, nós os respeitaremos”.

“Temos um país que é conservador, mas somos um país acolhedor. Somos abertos e acolhedores. Entendemos a diferença nas culturas das pessoas. Entendemos a diferença nas crenças das pessoas e, por isso, penso, mais uma vez, todos serão bem vindos e tratados com respeito”, declarou Al-Khater.