Zezé Motta canta Elizeth Cardoso em show no Café-Teatro Rubi

Música, No Circuito
11 de julho de 2017
por Genilson Coutinho

Zezé Motta se apresenta no Café-Teatro Rubi, em Salvador (Foto: Tarcísio de Paula/ Divulgação)

A cantora e atriz Zezé Motta apresenta o show “Divina Saudade”, que homenageia a intérpret Elizeth Cardoso, no Café-Teatro Rubi, Sheraton da Bahia, nos dias 14 e 15 de julho, às 20h30. O repertório tem samba, bossa nova e composições gravadas na época do rádio.

O couvert artístico custa R$ 80 na sexta, e R$ 100 no sábado. As entradas podem se compradas na bilheteria do teatro e na internet.

A apresentação é dividida em duas etapas. Na primeira, o cenário é uma grande cortina francesa dourada, com um microfone anos 1950, que lembra os auditórios da rádio Nacional e tantos palcos que já não existem mais. É um momento de glamour pós-guerra, onde as estrelas eram importadas de Hollywood. Na seguna, o cenário vira teatro, as letras das canções interagem com a cenografia e tudo fica mais dramático e misterioso.

Elizeth Cardoso

Considerada a primeira dama da nossa música popular, Elizeth é pioneira em registros musicais da bossa nova e, também, a primeira cantora popular a interpretar Villa-Lobos em um teatro.

A artista começou, em meados do século passado, cantando em um dos principais programas da rádio Guanabara ao lado de grandes nomes, como Noel Rosa, Vicente Celestino, Araci de Almeida e Marília Batista. Seu cantar agradou tanto Noel que o mesmo tirou o violão da caixa e ensinou-a a cantar uma de suas últimas produções, o samba Quem Ri Melhor.

Elizeth construiu uma carreira sólida, se consagrou como grande intérprete e levou seu canto a muitas partes do mundo, como Costa Rica, Guatemala, Estados Unidos, Bolívia, Japão etc..

Em maio de 1990, o Brasil perde Elizeth, vítima de um câncer no estômago. No velório, o corpo foi coberto pelas bandeiras do Bola Preta, da Escola de Samba Portela e do Flamengo. A Portela, escola de samba de seu coração, envia-lhe como última homenagem um ritmista para tocar surdo no momento do sepultamento.

Serviço

O quê: Zezé Motta – Divina Saudade
Quando: 14/7 e 15/7/17 (sexta e sábado)
Horário: 20h30
Onde: Café-Teatro Rubi – Sheraton da Bahia Hotel
Quanto: Couvert artístico – 14/7 (sexta) R$ 80,00 e 15/7 (sábado) R$ 100,00

Compra
Bilheteria: Café Teatro Rubi – Sheraton da Bahia Hotel
Tel: (71) 3013-1011
segunda a sábado, das 14h às 19h (em dias de apresentação, até às 20h30)
Site: www.compreingressos.com
Call Center: (71) 2626-0032