Zeca Baleiro deu boas vindas à segunda edição do Som na Concha

Música, No Circuito
12 de março de 2017
por Genilson Coutinho
IMG_5355

​Foto: Heder Novaes

Foi com casa lotada em noite clara e quente que o público ocupou ontem a Concha Acústica para assistir à estreia da segunda edição do projeto Som na Concha na cidade. O clima já começou dos bons com a excelente surpresa do show de abertura de Marcos Clement.

Se os sucessos de Raul Seixas, que já são conhecidos na voz do cantor, já eram certeza de plateia em coro, as músicas autorais do artista também inspiraram o público, que aplaudiu, pediu bis e ficou com gostinho de quero mais. Ainda esse ano, Marcos Clement, que já tem um trabalho reconhecido à frente da banda Arapuca, lança CD solo autoral.

Quando Zeca Baleiro subiu ao palco, seus fãs já estavam de água na boca para cantar com o artista as canções que se tornaram grandes na sua voz e fizeram da sua relação com a música uma história de amor com o público que o ouve, segue e que também encheu a Concha ontem para assistir esse tão estimado maranhense em momento especial, quando comemora seus 20 anos do lançamento do seu primeiro CD,  Por Onde Andará Sthephen Fry?”.

Quem foi com sede de Zeca, saiu saciado depois de ouvir  grandes sucessos do cantor e compositor, como “Era Domingo”, “Telegrama”, “Meu Amor Minha Flor Minha Menina” e “Babylon”, músicas do lado B e releituras suas pra composições de outros artistas, como do cantor, compositor e violonista baiano Gereba, que lá esteve e fez uma animada participação.

O Som na Concha volta a acontecer dia 8 de abril, tendo Criolo como atração principal e show de abertura de Larissa Luz.