Wagner Moura lança “Praia do Futuro” em Salvador ao lado de amigos

Cinema
12 de maio de 2014
por Genilson Coutinho

wagner

Wagner Moura, Clemens Schick e o diretor Karim Ainouz participaram na noite de quarta-feira (7), na rede UCI do Shopping Iguatemi em Salvador, da pré-estreia do longa “Praia do Futuro”, estrelado por ele em clima de muita descontração e encontros com velhos amigo.

Minutos antes deles participaram de uma coletiva na capital baiana, Wagner disparou: “o Brasil é, sim, um País conservador”. O comentário do ator se refere ao filme retratar uma história de um salva-vidas que se apaixona por um alemão.

Com cenas de sexo e nu frontal, o projeto promete ser um filme polêmico, quanto mais interpretado por um artista que tem na bagagem o personagem Capitão Nascimento, de “Tropa de Elite”, ainda tão evidente e vivo no imaginário das pessoas, certamente vai colaborar para o choque.

“Em certo aspecto, talvez seja o personagem mais parecido com o Capitão nascimento que eu fiz. Um personagem homossexual, por exemplo, também pode ser viril e agressivo”, disse o ator.

Já o ator alemão pontuou: “você não pode rotular esses personagens de gays, mas vivemos em um mundo no qual ser gay é errado. Porque ninguém pergunta como eu fiz para me preparar para interpretar um personagem heterossexual?”, questiona. E ainda conclui que prefere ser “idealista e pensar que talvez, no futuro, esse tipo de pergunta nem seja levantada”.

Para o diretor, o filme trata de “raiva e tristeza”, já que os personagens passam por muita dor no início da história, mas acabando “produzindo vida”, ao longo da história.