“Vou no céu, com o beijo grego”, diz Felipe Pezzoni

Comportamento, Social
3 de agosto de 2018
por Genilson Coutinho

O cantor Felipe Pezzoni causou nas redes sociais, após sua entrevista ao Na Lata, de Antônia Fontenelle. Felipe falou da carreira, mas o que movimentou a entrevista foram as revelações sobre suas práticas sexuais.
Dentre os temas, o cantor declarou que não gosta do fio-terra, mas que curte o beijo grego sem moderação: “Não curto muito não [fio-terra]”. Sobre o fio-terra, o baiano revelou das tentativas: “tentaram. Tá aqui rolando e ‘pá’, daqui a pouco ela vai colando, você dá aquela travada e fala: Aqui não! Segura a onda. Já tentaram várias vezes ”, contou Pezzoni, e não escondeu que tem uma “parada”, como ele chamou, que adora: “Tem uma parada que já fizeram, e o negócio é bom. Uma pincelada… a língua. Você vai no céu.. Mas não pode demorar muito”, pontuou.

Sobre a penetração anal, ele não vê como algo principal na relação: “Acho mais uma coisa de conquista, de todas as possibilidades, de ser um bônus, do que propriamente do prazer (…) Não peço com muita frequência”, disse Pezonni .
E você, que ainda vive esse preconceito sobre essa área de prazer dos rapazes, aproveita e assista a esse vídeo abaixo, que traz algumas dicas sobre o tema.
O Beijo grego, ou Anilíngua, é também denominada anilingus, e significa literalmente o intercurso da língua de alguém com o ânus de outro. Experimente. E “vá ao céu”, como bem disse Felipe!