‘Vista-se de baianos’, por Vinicius Cerqueira

In Moda
11 de setembro de 2015
por Srs. Dôru

11695996_1005572246144201_8033684703891675754_n

Nunca os criadores baianos tiveram tanta abertura para mostrar suas produções como agora. Já a algum tempo, talentos da cidade vem sendo reconhecidos fora daqui, não só pelas roupas que criam, mas pela identidade que imprimem. Me recordo de um jornalista, numa entrevista após um desfile, me questionar sobre o não uso de estampas e cores fortes, o que na visão dele, não se configuraria como «moda baiana» o que eu estava propondo para aquela coleção.

Nem preciso dizer o quão equivocado é esse raciocínio. Uma marca, um produto ou um designer não são definidos como bons ou ruins por não usarem em suas criações a imagem estereotipada do que entendemos por Bahia. Porém, nossa cidade e história nos dão excelentes idéias de trabalho e o regionalismo nunca esteve tanto em alta nas criações das mais diversas marcas do mundo.

Costumo dizer sempre que é possível entender e imprimir o regional nas criações, mas o grande desafio do criador de moda é tornar essas características globais: uma marca deve ser capaz de criar algo que seja consumido em qualquer lugar do mundo.O desafio atual, além de superar com criatividade a crise no setor é conseguir criar um produto que estabeleça uma relação com que o consome; memórias afetivas, estimular experiências sensoriais, desde a escolha dos materiais até o cheiro do ambiente de uma loja.

Percebemos que cada vez mais as pessoas buscam se diferenciar dentro do seu meio, seja na expressão corporal , na cor dos cabelos, nos acessórios que usa ou na idéia que acreditam. tudo é informação, referencias. e o mundo está conectado a essas nuances de comportamento. Com isso veio a necessidade de demarcar o regional, a pertença ,ter orgulho de onde veio e da cultura em que viveu. É tarefa difícil conseguir esse equilíbrio na moda, ou seja, tudo isso diluído em imagens, produtos e lifestyle.

Aqui na Bahia, muitos dos criadores assumem as diversidades culturais ao pé da letra. E isso é excelente. Outros, de posse de referências que vão além do regional, imprimem uma identidade marcante em suas criações que, inevitavelmente terão traços regionalistas, mas não da forma como esperamos. É mais intuitivo, mais pessoal. É só olhar as coleções de Jefferson Ribeiro, Aládio Marques ou Vitorino Campos, para entender que não existe moda de um lugar, existem criadores de um lugar, mas com a cabeça em todos.

São muitos os desafios na moda, desde o financeiro até como sua imagem vai parecer para o seu público. A tendência é que cada vez mais as pessoas não busquem só produtos e sim experiências. Essa geração slow fashion quer estabelecer uma relação com o produto que vai além de apenas vestir. E manter a identidade de um produto não é tarefa fácil. Tudo precisa ser recriado, experimentado, sentido . E os criadores baianos, que não fazem só moda da Bahia, ganham cada vez mais espaço, pois entendem que suas raízes são importantes, mas suas idéias e criatividade vão mais além.

Por Vinicius Cerqueira, estilista
Designer de Moda pela Universidade Salvador, o badalado estilista Vinicius Cerqueira destacou-se no cenário baiano ao vencer a edição 2010/2011 do Barra Fashion, importante evento de moda local. Professor de ilustração de moda e artes, e consultor de criação, Vinicius está entre os queridinhos de artistas e celebridades do axé, tendo por isso presença constante na mídia e nos principais noticiários de moda soteropolitana.

Srs. Dôru

Contemporânea e ousada, a Srs. Dôru é uma multimarcas soteropolitana especializada em estilistas, criadores e criativos baianos. Exclusiva neste segmento, a loja inaugurada em junho de 2015 propõe o resgate da vanguarda fashion e a promoção de novos criadores destacados no mercado.

Idealizada pelos empresários Eduardo Scaldaferri e Rodrigo Almeida, a loja reúne atualmente em seu time os estilistas Aládio Marques, Vinicius Cerqueira, Jeferson Ribeiro e Fagner Bispo, além das marcas By Aninha Mimos e Acessórios, Epoque Intimacy, Dendê Clothing, Clara Vargens Atelier, Pittaco na Moda, Desirée Chanz e Com Amor, Dora.

Assinando também uma marca própria, a Srs. Dôru revela ao mercado o que há de melhor na moda feita na Bahia e leva para o mundo a criatividade característica do nosso estado cheio de bons frutos. Aqui nós acreditamos que moda, arte, cultura e inovação é uma mistura que já deu super certo.