Vídeo de campanha contra o câncer de testículos ganha notoriedade na internet

Sem categoria
17 de janeiro de 2013
por Genilson Coutinho

Um vídeo sobre a prevenção do câncer de testículos tem “causado” na internet. Trata-se de uma campanha da ONG britânica MCAC, que está na rede desde 2011, mas que ainda conta com um grande crescimento de acessos. Visto por mais de três milhões de pessoas, a propaganda mostra a modelo Rhian Sugden retirando um testículo artificial e mostrando aos homens como fazer o autoexame.

“Agora, você quer me ver tocando-me? Você vai gostar disto. Na verdade, isto pode ser bem fácil”, inicia a modelo, que começa a explicar como fazer o teste.

Confira o vídeo completo:

 

Faça  auto-exame dos testículos.

Quando fazer?
O auto-exame dos testículos deve ser realizado mensalmente, sempre após um banho quente. O calor relaxa o escroto e facilita a observação de anormalidades.

O que procurar?
• Qualquer alteração do tamanho dos testículos
• Sensação de peso no escroto
• Dor imprecisa em abdômen inferior ou na virilha
• Derrame escrotal, caracterizado por líquido no escroto
• Dor ou desconforto no testículo ou escroto

Como fazer?
1) De pé, em frente ao espelho, verifique a existência de alterações em alto relevo na pele do escroto.
2) Examine cada testículo com as duas mãos. Posicione o testículo entre os dedos indicador, médio e o polegar. Revolva o testículo entre os dedos; você não deve sentir dor ao realizar o exame. Não se assuste se um dos testículos parecer ligeiramente maior que o outro, isto é normal.
3) Ache o epidídimo – pequeno canal localizado atrás do testículo e que coleta e carrega o esperma. Se você se familiarizar com esta estrutura, não confundirá o epidídimo com uma massa suspeita. Os tumores malignos são freqüentemente localizados lateralmente aos testículos, mas também podem ser encontrados na porção ventral.

Atenção:
Caso você palpe qualquer massa que não tenha sido verificada anteriormente, procure imediatamente um médico, de preferência um urologista. A alteração encontrada pode se tratar somente de uma infecção, porém, no caso de um tumor o diagnóstico precoce aumenta as chances de cura.

Observe que massas escrotais não aderentes ao testículo não são suspeitas de câncer. Fique atento a alterações como sangue na urina e aumento ou sensibilidade dos mamilos. Na dúvida, procure um médico.
Fonte: INCA