Voltado ao candomblé, Mojubá é destaque nos sábado da Metrópole

Comportamento, Social
10 de maio de 2018
por Genilson Coutinho

Foto : Juh Almeida/Huffpost Brasil

Metrópole tem o sobrenome “Bahia” e a partir de amanhã (12) valoriza ainda mais as raízes do nosso povo com a estreia de “Mojubá”. O programa, pronto para ir ao ar todos os sábados, das 8h às 9h, vai abordar assuntos ligados ao candomblé e religiões de matrizes africanas.

Ao lado de especialistas, a apresentadora Cristiele França vai discutir o contexto histórico e explicar aspectos da gastronomia, vestimentas, práticas religiosas e significados de elementos – frutos sagrados usados nos rituais, importância de ervas e folhas, jogo de búzios.

Intimidade com a cultura não falta, afinal, no Terreiro Ilê Axé Oyá Mesi, Cristiele é Ekede — autoridade, dá suporte aos trabalhos da casa. “Essas mulheres precisam estar sempre atentas e acordadas para atender necessidades das entidades que foram devidamente designadas para servir”, explica.

De acordo com Cris, entre as obrigações das chamadas “mão-direita da Mãe de Santo” estão cozinhar para a casa de culto, puxar os cânticos, zelar, acompanhar, dançar, cuidar das roupas e apetrechos do Orixá da casa, além dos demais Orixás, dos filhos e até mesmo dos visitantes.

“É a realização de um sonho! Só quem convive comigo, que acompanha minha trajetória e sabe do meu dia a dia entende o que este momento está significando pra mim”, acrescentou. Cristiele França tem, ao menos, 10 anos de rádio – boa parte na Metrópole.

Mojubá começa às 8h da manhã na Rádio Metrópole 101.3 FM. Acompanhe também pelo Metro1.com.br e participe pelo (71) 3505-5000. WhatsApp (71) 98155-3258.