Unidades vinculadas à DIMUS participam da Primavera dos Museus

Sem categoria
20 de setembro de 2013
por Genilson Coutinho

Parque das Esculturas – MAM foto de Luciano Oliveira

As instituições museológicas baianas ligadas à Diretoria de Museus do Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural da Bahia (DIMUS/IPAC) participam a 7ª Primavera dos Museus, realizada de 23 a 29 de setembro, em todo o Brasil. O evento faz parte do calendário comemorativo do Instituto Brasileiro de Museus – IBRAM. Nos museus de todo o país, serão realizadas atividades em torno de um mesmo tema: Museus, Memória e Cultura Afro-brasileira.

Museu Udo Knoff de Azulejaria e Cerâmica

Em Salvador, o Museu Udo Knoff de Azulejaria e Cerâmica, no Pelourinho, recebe a exposição de longa duração Azulejos de Udo. A mostra apresenta o acervo do ceramista alemão Horst Udo Erich Knoff (1912 – 1994), que viveu na capital baiana e foi professor da Universidade Federal da Bahia (UFBA).

Estará em cartaz, ainda, Os Filhos de Nzambi, assinado por Denissena. Nesse trabalho, o artista plástico aborda a força da ancestralidade de pessoas comuns, através da técnica mista de escultura em argila assentadas em agdás e azulejos pintados com spray fixados em telas. A exposição fica em cartaz até 30 de novembro.

Já os alunos de escolas públicas e particulares podem participar, no dia 24, da Oficina de Bogolans – Desenho em azulejos de papelão, utilizando motivos da cultura afro do Mali, Burkina Faso e Guiné. As aulas serão realizadas das 09h às 11h, e das 14h às 16h. O telefone para inscrição é o (71) 3117-6389. O mesmo vale para instituições de ensino que tenham interesse em levar seus alunos a participarem da oficina Releituras do acervo em telhas de cerâmica com motivos florais, no dia 26, das 14h às 16h. O curso é inspirado nos azulejos da coleção de Udo Knoff. As duas oficinas são de graça.

O museu Udo Knoff fica na Rua Frei Vicente, 03, Pelourinho. A visitação é gratuita e pode ser feita de terça a sexta, das 12h às 18h; e aos sábados, domingos e feriados, das 12h às 17h. Tel.: (71) 3117-6388/ 89.

Museu de Arte Moderna da Bahia – MAM-BA

No dia 24, das 15h às 17h, o Museu de Arte da Bahia (MAM-BA) realiza a Oficina de Postais. A atividade ensina os participantes a criarem postais, utilizando impressões feitas com carimbos, a partir da simbologia presente na obra do artista Rubem Valentim. As aulas serão ministradas pela arte-educadora Ana Rachel Schimit. De 25 a 27 de setembro, os interessados podem participar da Inter.Mediaçõeos, sempre das 14h às 16h. As visitas são acompanhadas por Mediadores Culturais, que levam os visitantes a um passeio ao Sitio arquitetônico e paisagístico, Parque das Esculturas, Sala Rubem Valentim e Memorial das Oficinas do MAM-BA.

As crianças também têm seu espaço garantido na Primavera dos Museus do MAM-BA. No dia 26, das 15h às 17h, estarão disponíveis jogos produzidos a partir de obras do artista Rubem Valentim, além de outras brincadeiras que dialogam com a arte moderna do museu. Em 28 de setembro, a arte-educadora e contadora de histórias Maju Fiso fala sobre lendas e mitos africanos. Em seguida, ela trabalha com as crianças, para que juntas, através de desenhos, recriem os contos apresentados. Das 15h às 17h.

Todas as atividades são gratuitas. O MAM-BA fica na Avenida do Contorno, s/n, Solar do Unhão. Tel.: (71) 3117-6139.

Solar Ferrão

O Solar Ferrão recebe Mabel Velloso, no dia 24, às 15h, para contação de histórias. Através da atividade lúdica, a escritora vai apresentar ao público infanto-juvenil temas relacionados ao universo da cultura afro-brasileira. O evento é gratuito e voltado para escolas do ensino fundamental I, localizadas no Centro Histórico. As instituições que tenham interesse em participar devem se inscrever através do telefone (71) 3116-6740.

Um dia depois, em parceria com o Teatro Miguel Santana, o Solar Ferrão realiza o evento Orquestra Museofôninica e Balé Folclórico sonorizam Ibejis – Palestra Musicada e Coreografada, no dia 25 de setembro, às 16h, no Teatro Miguel Santana (Rua Gregório de Matos, 49, Pelourinho). Além de celebrar a Primavera dos Museus, a ação é uma homenagem aos 25 anos do Balé Folclórico da Bahia. Diretor da companhia de dança, Vavá Botelho mostra o seu lado cantor, ao se apresentar junto com a Orquestra Museofônica, regida pela etnomusicóloga Emília Biancardi. Integrantes do Balé Folclórico também participarão do espetáculo. Em paralelo à apresentação artística, a coordenadora do Solar Ferrão, Osvaldina César, fala sobre a herança africana na Bahia. A atividade é gratuita e aberta ao público. Informações pelo (71) 3116-6740.

Entre 24 e 29 de setembro, serão realizadas visitas mediadas no Museu Abelardo Rodrigues, localizado no centro cultural do Solar Ferrão. Em foco, os elementos florais e iconográficos presentes tanto na imaginária quanto no mobiliário sacro da instituição. Também no Ferrão, o público poderá conhecer o acervo das coleções Arte Africana Claudio Masella e Arte Popular. As visitas mediadas são de graça. Localizado na Rua Gregório de Mattos, 45, Pelourinho, o Solar Ferrão funciona de terça a sexta, das 12h às 18h; e aos finais de semana e feriados, das 12h às 17h.

Palacete das Artes

Em sintonia com a Primavera dos Museus, o Palacete das Artes realiza a 5ª Mostra de Orquídeas, de 27 a 29 de setembro, das 9h às 18h. O encontro, em parceria com a Orquidófilos Baianos Associados (OBA), pretende debater questões que despertem a preocupação ambiental no público. O evento gratuito vai reunir mais de seis mil plantas, de orquidófilos do estado e de todo o país. A feira contará com oficinas gratuitas sobre cultivo de orquídeas, que serão apresentadas pelo orquidólogo Dalton Holland Baptista e pelo professor Ednildo Andrade Torres, nos dias 27 (16h), sábado (17h), e domingo (16h). Vai acontecer também uma oficina de bonsai (sábado e domingo, às 11h), desenvolvida pelo médico radiologista Sérgio Bittencourt. Serão ministradas, ainda, palestras sobre orquídeas nativas (28, às 16h), com Ednildo Andrade Torres, e doenças e tratamentos envolvendo a planta (29, às 15h), com o químico Francisco de Assis Ferreira Parente. Uma exposição com 40 fotografias de Claudio Colavolpe completa a mostra. O Palacete das Artes fica na Rua da Graça, nº 284, Graça. Informações: (71) 3117-6986.

Museu Tempostal

Em consonância com o tema Memória e Cultura Afro-brasileira, o Museu Tempostal apresentará, no dia 25, às 15h, a palestra Simbologia das Flores no Culto Afro-brasileiro. O palestrante será Antonio Luiz Santos Figueiredo, que é Ogan de Xangô da Casa Branca. O evento é aberto ao público, mas o número de vagas é limitado a 30. As inscrições podem ser feitas através do telefone (71) 3117-6383. O Museu Tempostal está localizado na Rua Gregório de Mattos, 33, Pelourinho.

Parque Histórico Castro Alves

Localizado em Cabaceiras do Paraguaçu, no Recôncavo baiano, o Parque Histórico Castro Alves também aderiu à Primavera dos Museus. O museu que celebra vida e obra do poeta baiano terá em sua programação o projeto Sopa de Letras Especial, com ênfase em histórias que valorizam a cultura afro-brasileira. Os alunos do ensino fundamental serão motivados a criar e redigir sua própria história, estimulando, assim, a prática da leitura e da escrita. Estão programadas, ainda, visitas ao Cantinho da Leitura, onde os pequeninos interagem com os livros e participam de contação de histórias. Este mês, as histórias terão como foco a preservação da memória e da cultura afro-brasileira.

Aos profissionais em educação do município, o Parque Histórico oferece a Oficina de Contação de Histórias. A ação visa o enriquecimento do processo educacional, através da utilização de textos literários que abordem a ideologia do poeta Castro Alves e a cultura afro-brasileira. Além da técnica, os professores vão desenvolver elementos que serão utilizados em suas contações, como caixa de história, avental de história, dedoches, fantoches no palito, entre outros. O curso resultará em uma exposição com esses objetos. A oficina será realizada nos dias: 19 e 20/09, das 14h às 18h; e 21/09, das 9h às 12h, e das 14h às 18h.

Todas as atividades são gratuitas. O Parque Histórico Castro Alves está localizado na Praça Castro Alves, 106, Centro, Cabaceiras do Paraguaçu. Horário de visitação: terça a sexta, das 9h às 12h, e das 14h às 17h; e finais de semana e feriados, das 9h às 14h.

Fotos:  divulgação