Um terço dos gays evita assumir por medo de rejeição, diz pesquisa

Sem categoria
25 de março de 2013
por Genilson Coutinho

Segundo pesquisa divulgada nesta segunda-feira (25), pelo Ibope, um terço dos gays entrevistados afirmaram que não assumem a orientação sexual na família e no trabalho por medo da rejeição e do preconceito.

Os dados divulgados na pesquisa teve como fonte 2.363 internautas que opinaram sobre casamento gay e adoção de crianças por casais homossexuais. A pesquisa foi feita no período de 11 de março de 2012 a 19 de março de 2013, totalizando um ano de estudo do posicionamento dos brasileiros sobre os temas abordados.

Dos entrevistados, 83% se disseram heterossexuais, 7% homossexuais, 5% bissexuais e 4% prefiram não responder.
Ainda segundo a pesquisa, os homens afirmam mais facilmente que são homossexuais ou bissexuais: 16% dos entrevistados do público masculinos contra 8% das mulheres. A idade também é fator relevante, pois quanto mais jovem maior a facilidade em assumir a opção sexual.

Entre os que assumiram a homossexualidade, 15% têm até 29 anos, 10% têm entre 30 e 49 anos e 5% têm mais de 50 anos. A concentração por regiões do país é parecida, no Sul (10%), Sudeste (13%), Centro Oeste (14%), Nordeste (13%), sendo bem menor no Norte (2%).

Adoção 
Dos entrevistados, 54% aceita a adoção de crianças por casais de mulheres e 52% se declarou a favor da adoção por casais de homens.

O estudo mostra que 35% dos internautas participantes revelaram ter pelo menos uma pessoa gay na família. De acordo com os pesquisadores, o número pode ser maior porque muita gente ainda não se assume.

*Com informações do programa Jornal Hoje (Globo).