Ucrânia adota projeto de lei contra a propaganda homossexual

Sem categoria
15 de outubro de 2012
por Genilson Coutinho


O texto aprovado pelo Parlamento ucraniano é mais um tiro contra a liberdade de expressão e aos direitos LGBT. Ele fornece até cinco anos de prisão por distribuição de “propaganda homossexual”.
A Ucrânia segue os passos da cidade de São Petersburgo, que pela primeira vez implementa uma lei que proíbe a propaganda homossexual. O Parlamento ucraniano aprovou em primeira leitura um projeto de lei fortemente criticado pelas ONGs Anistia Internacional e Human Rights Watch. Este documento, aprovado por 289 deputados, de um total de 450 deputados pró-governo e oposição prevê até cinco anos de prisão e multas de até € 500 euros para a produção, distribuição, venda ou importação de obras com propaganda homossexual.
Antes da votação, a Anistia Internacional e a Human Rights Watch enviou uma mensagem ao Presidente do parlamento Ucraniano, Volodymyr Lytvyn, convocando os membros para rejeitarem o projeto discriminatório. A parada do orgulho gay foi cancelada em maio passado, devido aos riscos para a segurança dos participantes, depois de um ataque a um ativista gay por nacionalistas ucranianos.
Acompanhe também o Dois Terços pelo Twitter
Curta a página do Dois Terços no Facebook