Travesti oficializa relacionamento de 15 anos no Dia da Visibilidade Trans

Social, Tem Direito
29 de janeiro de 2015
por Genilson Coutinho

trans2

Com a noiva de vestido branco, empunhando um buquê de rosas da mesma cor, a cerimônia que vai oficializar na tarde desta quinta-feira um relacionamento de 15 anos tem um objetivo mais audacioso do que o de apenas reunir familiares e amigos para celebrar o amor e renovar os votos de dedicação e lealdade.

A travesti Gloria Crystal, 50 anos, secretária-adjunta da Livre Orientação Sexual de Porto Alegre, primeira representante da comunidade de lésbicas, gays, bissexuais e travestis (LGBT) a ocupar um cargo desta estatura no país, vai casar no civil com o autônomo Thiago Pereira da Silva, 34 anos, no Dia da Visibilidade Trans.

Vou chorar. Já estou quase chorando agora, falando contigo — antecipa a noiva, que vestiu o traje das núpcias para a entrevista. — Muitos LGBTs não sabem desse direito regularizado. É uma conquista — destaca.

O pedido de matrimônio surpreendeu Gloria na virada do ano, e ela teve de correr para preparar tudo em menos de um mês. Também marcando a data nacional em homenagem à população trans, a Defensoria Pública realizará um mutirão para troca de nome civil (apenas para os inscritos previamente) na prefeitura.

A madrinha Karina D’Avila, secretária-adjunta dos Povos Indígenas e Direitos Específicos, auxiliou na compra das alianças e da roupa. Também atriz e apresentadora, acostumada à exuberância das performances em casas noturnas, a noiva se empolgou, imaginando um vestido coberto de paetês para a solenidade diurna, em um cartório do Bom Fim.

— Gloria, isso não é show! — censurou a amiga, bem-humorada.

Se não ler esta reportagem, o noivo, que já viu o vestido da amada, terá pelo menos uma surpresa quando os convidados estiverem reunidos no Chalé da Praça XV, a partir das 18h, para a confirmação dos votos: a cantora transexual Valeria Houston vai entoar a música Só Hoje, da banda Jota Quest, tema romântico do par.

— Vou chorar — repete a secretária-adjunta. — E ele também.

A mãe de Thiago é quem vai colocar as alianças nas mãos dos cônjuges. O espaço para a festa comporta 300 pessoas, e o convite está aberto a todos os interessados, ao preço de R$ 25, com direito a bufê de petiscos. A previsão é de lotação completa.

— Vivemos numa sociedade preconceituosa, mas avançamos muito — atesta Gloria. — Que as pessoas tenham coragem.

Foto: FERNANDO GOMES / Agencia RBS

Do Zero Hora