Travesti é primeira vereadora a presidir Câmara Municipal na Paraíba

Notícias
5 de janeiro de 2015
por Genilson Coutinho

presidenta

Mãe Shirley, de 53 anos, foi eleita em 2012 pela cidade de Pilar (a 52km de João Pessoa). No último 1º de janeiro, por maioria dos votos, a vereadora foi eleita presidente da Câmara Municipal da cidade.

Ao Portal Correio, a vereadora explicou que houve um acordo entre os partidos PT e PP, que integram a base aliada do governo municipal. “Houve um consenso entre os partidos e meu nome foi colocado como favorito. Tive seis votos, contra uma abstenção, e dois contra”, resumiu.

“Não escolho etiquetas. Todo mundo sabe da minha orientação sexual e religiosa, e não escondo de ninguém. Sou super bem resolvida, quanto a isso. Sou conhecida como Mãe Shirley devido a minha posição no candomblé”, avisou.

Mãe Shirley explicou que foi eleita para presidir a Mesa da Câmara após um acordo entre o PT e o PP, que integram a base aliada do governo municipal. “Houve um consenso entre os partidos, e meu nome foi colocado como favorito. Tive seis votos, contra uma abstenção, e dois contra”, resumiu.

Técnica de enfermagem, Shirley trabalha desde a adolescência prestando serviços nas comunidades carentes de Pilar. Trabalhou no único hospital de cidade, o que lhe rendeu o slogan na campanha eleitoral de “Saúde em primeiro lugar”.

Sobre os novos projetos, a travesti disse que vai continuar a defender a bandeira de combate à homofobia, melhoria nos serviços públicos em prol da população. “Vou fazer uma gestão democrática. Vamos fazer nosso papel de fiscalizar o dinheiro público e lutar e votar projetos que beneficiem a população. O combate à homofobia e a inclusão do ensino religioso nas escolas municipais serão alguns dos nossos projetos futuros”, adiantou Mãe Shirley.