Transexual vence 20ª edição do concurso de fantasia gay em Salvador

Notícias
28 de fevereiro de 2017
por Genilson Coutinho
17006007_10210105351685102_1482527858_n

Fantasia vencedora na categoria Originalidade

A Vaidade, fantasia da desfilante Sandra Farias, natural de Pernambuco, arrebatou os suspiros e mais de 90% dos votos da Comissão de Jurados, que deu mais uma vitória à carnavalesca trans, vencedora consecutivamente das últimas edições, se tornando tetra campeã do concurso.  Questionada em relação às penas por um jurado, considerando ele que as aves foram abatidas, a carnavalesca respondeu. “ No Brasil, não sacrificamos animais para fazer as nossas roupas, as penas de faisão vêm da China, porque naquele país esse animal é parte da dieta alimentar dos chineses”, disse. Esclarecendo ainda que plumas de Avestruz vêm da África e da Austrália, já as de Pavão são brasileiras e que esses animais renovam a plumagem e descartam por eles mesmos as penas. “ Carne de pavão não faz parte da dieta alimentar do Brasil, por ser uma carne muito dura de comer, as pessoas criam justamente por sua beleza, ou para vender as penas, mas não sacrificam os animais”. Conclui.

Teve bolo na celebração dos 37 anos do Grupo gay da Bahia

Teve bolo na celebração dos 37 anos do Grupo gay da Bahia

O primeiro lugar em originalidade foi arrebatado por Nicolle Wellen, que levou a arte do mestre Vitalino para a passarela e emocionou os jurados.  Na mesma categoria, Roberto dos Santos levou o segundo lugar com “Tributo à Kirimure: a origem da Baia de Todos os Santos”.

Foram ao todo cerca de 16 fantasias que se apresentaram no evento, que teve início as 16h30 com a apresentação da banda de raiz Fuscão e Samba, terminando por volta das 21h. Os shows previstos para acontecer durante o evento acabaram não ocorrendo devido a uma lamentável falha técnica da empresa que montou todo o sistema de som. Apenas a transformista Scarlet consegui fazer parte do seu espetáculo, acompanhada de um grupo de dança.

17092383_10210105351805105_1883358654_n (1)

 

Sandra e seu pavão luxo

O 20º Concurso de Fantasia Gay tem por finalidade contribuir para o fortalecimento do carnaval do centro de Salvador, levando espetáculo de arte, beleza e glamour de graça aos foliões baianos e turistas. Mostrar essas produções feitas por LGBT e ajudar a construir uma imagem positiva dessa população junto à sociedade brasileira. O evento celebrou os 37 anos de fundação do Grupo Gay da Bahia, fundado em 28 de fevereiro de 1980 pelo antropólogo Luiz Mott.  “ Uma honra poder fazer esse evento, contribuir com o carnaval de Salvador”,  disse Marcelo Cerqueira, presidente do GGB. O evento é uma realização do Grupo Gay da Bahia (GGB), Quimbanda Dudu e Centro Baiano Anti-Aids (CBAA), contou com o apoio da Embaixada do Canadá e patrocínio da Prefeitura Municipal de Salvador.

Confira relação de premiados

Categoria luxo

1-Sandra Farias, 40 anos, Recife, Pernambuco. Primeiro lugar categoria luxo, se tornando tetra campeã com a fantasia “ A vaidade”, o destaque da roupa são 8 mil penas de pavão, faisão e plumas de avestruz.

2- Geraldo Pontes, 49 anos, fantasia “Anjo Azul”, penas de pavão e cerca de 800 penas de faisão, Juazeiro, Bahia.

3- Jorge Barbosa, 37 anos, carnavalesco, “ Tritão o príncipe dos sete mares”, Juazeiro, Bahia.

Categoria originaliade

1-Nicole Wellen, 18 anos. Da massa do massapé – Vitalino traz para você, Bonecos de barro do alto do Moura, Caruaru, PE.

2-Roberto dos Santos, 21 anos, Salvador, Bahia. Segundo lugar com a fantasia “Tributo a Kirimurê -a origem da Bahia de Todos os Santos”

3-Severino Queroga, 36 anos,  Caboclo Lanceiro. Terceiro lugar, fantasia confeccionada com garrafas de refrigerantes policromadas pelo artista.