Transexual assume posto de apresentadora em jornal na Índia

Notícias
25 de setembro de 2014
por Genilson Coutinho

tran

Após aprovação da  Suprema Corte da Índia que reconheceu a comunidade trans  como um gênero, uma rede de TV regional contratou  uma transsexual para apresentar um programa da  grade da programação . Padmini Prakash, de 31 anos, trabalhou como instrutora de dança e atriz antes de ser recrutada pela Lotus News, no estado de Tamil Nadu, no Sul do país.

Segundo a  nova apresentadora, a mesma foi abandonada pela família devido a sua orientação sexual e sofreu preconceito de várias formas ao longo da vida. Em entrevista ao “Times of India”, a apresentadora disse que se preparou bastante para a nova missão. “Estava preocupada em me concentrar na minha dicção e em manter uma narrativa firma para me ceritificar de que os espectadores estivessem me entendendo”.

Padmini foi escolhida pelos executivos da rede para ser a âncora do telejornal diário das 19h. “Nós damos apoio a Padmini porque ela é muito trabalhadora”, disse o presidente do canal, GKS Selvakumar, ao jornal Times of India. “Após os testes iniciais, ficamos convencidos de que ela tinha potencial para ser uma excelente âncora de notícias

A apresentadora esteve envolvida com a luta pelos direitos civis dos gays, protestando contra a discriminação que torna vítimas os membros de minorias sexuais. Estima-se que há centenas de milhares de transsexuais na Índia. Este segmento da sociedade local teve uma grande vitória em abril, quando a Justiça reconheceu o gênero e exigiu do governo tratamento igualitário a eles.