Tire a roupa com bastante calma

Sem categoria
29 de abril de 2011
por Fábio Rocha

Já se imaginou com uma sensual roupa de baixo, clima romântico, meia luz,
ambiente diferenciado, super sexy e seu(sua) parceiro(a) na cama, com olhos
vidrados e excitado(a) a espera do seu show de strip-tease?

Sim! Parece um sonho não é? Mas você tem coragem de se expor assim?

Estimulante e fetichista o strip-tease (que significa “provocação ao se despir”) é uma prática comumente associada a show-girls e gogo-boys, mas que invadiu a intimidade de casais descolados, ousados e que desejam apimentar suas relações.

A prática tem essa denominação devido aos movimentos que compõem o
despir, o processo precisa ser lento, sensual e provocante, ao ponto da pessoa tentar de todas as formas te ver desnudo(a) mas só ter este prazer ao final de sua apresentação.

Se despir para o(a) outro(a) não é uma ação simples. Com tanta pressão por
corpos perfeitos, peles uniformes e movimentos exatos, tirar a roupa na frente de outra pessoa se fazendo sentir sexy e acreditando que o outro também o(a) acha necessita ou de um bom preparo psicológico ou de uma boa segurança em seu “taco” (pensando bem, pode ser os dois juntos!).

Penso o seguinte: se você tem vontade de fazer faça!
Alto(a), baixo(a), magro(a), gordo(a), cheio(a) de estrias e celulite, feio(a) ou
bonito(a) o importante vai ser a confiança depositada em sua atitude. Primeiro pense que quem está contigo na cama quer transar com você, segundo que seu corpo com certeza gera algum atrativo a(o) outro(a) e por fim confie em você mesmo, sua confiança é o charme necessário para que o strip seja um sucesso de erotismo.

Já que vai ser o artista e prato principal da noite não esqueça de uma
boa depilação e limpeza total. Nada de perfumes exagerados ou cremes
melecados, prefira um perfume suave em pontos estratégicos e o toque quente de sua pele na cama. Se quiser variar opte por fantasias, brinquedos e até brincadeiras, o importante é se sentir bem e fazer com que a noite de sexo só acabe ao amanhecer!

Sabe que eu nunca fiz um striptease? Depois desse texto vou experimentar um showzinho e conto os detalhes para vocês.

“O pudor inventou a roupa para que se tenha mais prazer com a nudez.” Carlo
Dossi