Tipos de aparelhos ortodônticos para obter o melhor sorriso

Serviços
14 de agosto de 2019
por Genilson Coutinho

Problemas como dentes tortos e má oclusão, que é a má relação entre a maxila e a mandíbula, são comuns no desenvolvimento da maioria das pessoas e podem ser evitados através da ortodontia preventiva ainda na infância. O dentista realiza técnicas a fim de prevenir complicações ou reduzir o tempo de tratamentos ortodônticos, ou seja, em vez do paciente procurar o profissional para resolver um problema bucal, o trabalho preventivo irá impedir que esse problema surja, garantindo mais saúde aos dentes e mais conforto e autoestima para a pessoa. Porém, quando isso não ocorre, é importante procurar um ortodontista para fazer a correção dentária o quanto antes.

 De acordo com a ortodontista e sócia da clínica Spazio Oral, Júlia Torres, a primeira consulta ao dentista deve ser feita aos cinco anos de idade já que a prevenção é o melhor caminho para a saúde e o bem-estar. “A ortodontia não atua somente na dentadura permanente, mas também nas dentaduras decídua, formada pelos dentes de leite, e mista, que é fase de transição entre os dentes de leite e os dentes permanentes. Quando a gente identifica o problema cedo, fica mais fácil realizar o tratamento com aparelhos de forma econômica e sem efeitos colaterais”, comenta.

 A evolução da odontologia permitiu uma maior variedade de aparelhos ortodônticos, atendendo cada vez mais às especificidades e gostos dos pacientes. Júlia Torres destaca alguns tipo de aparelhos ortodônticos e suas indicações. Confira abaixo:

 Aparelho Fixo Metálico

É o modelo mais tradicional de aparelho, que conta com fios, bandas e bráquetes, além das famosas borrachinhas coloridas, que podem ser trocadas a cada manutenção. A grande vantagem desse aparelho é que ele proporciona resultados bastante satisfatórios e é indicado para quase todos os tipos desalinhamento dentário. Ele também exige cuidados redobrados na higienização e pode afetar a pele da boca, gengiva e mucosas.

 Aparelho Fixo Estético

Os aparelhos fixos estéticos se dividem entre os modelos de policarbonato, porcelana e safira. Esses tipos de aparelho têm bráquetes transparentes, o que torna o acessório quase imperceptível, principalmente a longas distâncias.

 Aparelho Autoligado

O modelo autoligado também é confeccionado em metal, mas não necessita das borrachinhas, já que o fio ortodôntico é preso diretamente no bráquete, sendo mais confortável e discreto. Além disso, seus bráquetes são menores que o do modelo convencional e sua ação é mais efetiva, acelerando o tratamento. Também existem versões do aparelho autoligado estético, tanto em porcelana, como em safira.

 Aparelho Lingual

O aparelho lingual, também conhecido como aparelho invisível, é idêntico ao modelo fixo tradicional. É confeccionado em material metálico e tem fios e bráquetes, além de necessitar do uso de borrachinhas. A única diferença é que ele é colado na parte interna dos dentes, possibilitando ao paciente fazer todo o tratamento sem que ninguém perceba que ele usa aparelho.

 Alinhadores Transparentes

Os alinhadores transparentes são um dos modelos mais modernos existentes atualmente. Eles são confeccionados com a ajuda de softwares específicos, sob medida, de acordo com a arcada dentária do paciente. O modelo mais conhecido no mercado é o Invisalign, que realiza o tratamento com uma série de alinhadores removíveis transparentes que são trocados a cada 15 dias. Seu uso é praticamente imperceptível e ele não exige que o paciente vá ao consultório com tanta frequência, pois a troca dos alinhadores — que são responsáveis pela movimentação dos dentes — é feita em casa mesmo, de acordo com as orientações do dentista.

 Expansor Palatino            

O expansor palatino é um tipo de aparelho utilizado para corrigir a mordida do paciente ou aumentar o tamanho do palato (céu da boca). Esse modelo costuma ser mais indicado para crianças.