Terceira edição da Flica já tem data marcada para começar

Sem categoria
11 de abril de 2013
por Genilson Coutinho

Mais uma vez Cachoeira vai respirar literatura. Entre dias 23 e 27 de outubro acontece na cidade histórica do Recôncavo Baiano, a terceira edição da Festa Literária Internacional de Cachoeira (Flica). O evento, que já entrou no calendário literário do Brasil, contará com nomes locais, nacionais e internacionais. Com realização da Putzgrillo! Cultura e Icontent/Rede Bahia, em parceria com a Mirdad Gestão em Cultura, a festa será totalmente gratuita e terá ainda shows musicais, praça de alimentação e pela primeira vez uma programação totalmente voltada para o público infantil.
Assim como em 2012, um auditório climatizado com capacidade para 300 pessoas será montado no Claustro do Conjunto do Carmo, na Praça da Aclamação. Ali acontecerão mesas com temas variados como “1889 – Clientes, Coronéis e a Republica”, que terá a presença de Laurentino Gomes, jornalista e escritor, autor do best-seller “1808 – Como uma rainha louca, um príncipe medroso e uma corte corrupta enganaram Napoleão e mudaram a História de Portugal e do Brasil”. Com este livro o autor foi vencedor de prêmios como melhor livro de ensaio da Academia Brasileira de Letras e o Prêmio Jabuti de Literatura, em 2011, na categoria de livro-reportagem e de livro do ano de não-ficção.
Na segunda edição, em 2012, a Flica levou até Cachoeira um público estimado em 20 mil pessoas durante os cinco dias de eventos e cinco mil estiveram presentes nas mesas de debate que reuniram grandes nomes da literatura nacional e internacional como o escritor angolano José Eduardo Agualusa, o espanhol Javier Moro, Marcia Tiburi, Xico Sá, Jaime Sodré, Antônio Cícero e Sonia Rodrigues. Ao total, 23 autores estiveram presentes nas 12 mesas da festa, o que totalizou, uma média, de 24h de discussões literárias.

Em 2013, o Vice-Presidente do Conselho de Cultura da Bahia, Aurélio Schommer e o escritor Emmanuel Mirdad, da Mirdad Gestão em Cultura, são curadores do evento. “Construir a programação da Flica é um grande desafio, pois é preciso fazer melhor. O sucesso, de público e crítica, das mesas de 2011 e 2012 impõem-nos a missão de não apenas repetir tal sucesso, mas surpreender positivamente. É nosso dever e nossa obsessão, para o bem do público e de Cachoeira, palco desse encontro de gente com muito a dizer, muito a debater”, garante Schommer.

Além deles, participam da coordenação geral da Flica Marcus Ferreira, da Putzgrillo Cultura e a Icontent/Rede Bahia, parceiros do projeto. “A Icontent como empresa de eventos do grupo Rede Bahia, busca em um dos seus pilares, a valorização da Cultura. A terceira edição da FLICA traz grandes autores da literatura nacional e internacional para a cidade de Cachoeira, fomentando o turismo dessa cidade histórica da Bahia, tombada em 1971, pelo IPHAN e Unesco como Patrimônio da Humanidade”, revela Estácio Gonzaga, gerente executivo da Icontent.
Como nos anos anteriores, a festa conta com diversos shows musicais, além de performances artísticas. Em 2012 o público pôde conferir shows de Claudia Cunha, grupo Barlavento e Os Ingênuos, além do cantor cachoeirano Mateus Aleluia, que depois de muito tempo, voltou a se apresentar na praça pública da cidade. “A programação musical da Flica foi uma inovação no ramo das festas literárias, que só timidamente tinham um show de abertura e olhe lá. Nós trouxemos, em todas as noites da Flica, a oportunidade de celebrar o dia de debates, promovendo uma festa aberta com a participação do público da Flica, dos autores, patrocinadores e do povo de Cachoeira”, afirma Emmanuel Mirdad. Para este ano, estão programadas diversas atrações que encerram as atividades em cada dia de evento.
Para a realização do evento deste ano, a Flica já tem o primeiro patrocinador confirmado: a Oi, através da lei de incentivo estadual à cultura, o Fazcultura. O projeto foi um dos cinco selecionados da Bahia através do concorrido edital nacional da Oi Futuro. “É importante para o evento e para a cidade o apoio da iniciativa pública e privada para fortalecer a educação, a cultura e o turismo na região”, afirma Marcus Ferreira.
Cachoeira – Instalada no coração do Recôncavo Baiano, às margens do Rio Paraguaçu, Cachoeira se destaca por suas construções coloniais, típicas do Brasil Império, e sua história. O local é uma das cidades baianas que mais preservou a sua identidade cultural e histórica com o passar dos anos. Cachoeira já hospedou nomes importantes como o Imperador D. Pedro II, em 1858, e a Princesa Isabel e o Conde d´Eu, em 1885, durante a inauguração da ponte D. Pedro II (que liga Cachoeira ao município de São Félix). O mesmo prédio onde ficaram hospedados os membros da nobreza brasileira, hoje abriga a Fundação Hansen Bahia, que reúne quase 13 mil peças entre xilogravuras e matrizes do alemão Karl Heinz Hansen, que morou nessa cidade por muito tempo. “A Flica representa o reconhecimento da importância do potencial cultural da cidade histórica de Cachoeira, com todas as suas tradições e manifestações, tão características de nossa gente. A festa proporciona o diálogo das diversas linguagens estéticas numa perspectiva contemporânea”, revela o prefeito da cidade, Carlos Pereira.

Também fica em Cachoeira o Conjunto do Carmo, espaço onde acontece a Flica. O local é uma construção do século 18, composto por Convento (adaptado para Pousada), Igreja da Ordem Primeira e a Igreja da Ordem Terceira do Carmo. Arquiteturas como esta renderam a Cachoeira o merecido título de “Cidade Monumento Nacional”, por meio de decreto presidencial nº 68.045 de 18 de janeiro de 1971. O título de “Cidade Heroica” foi dado diante da participação do local nas lutas pela independência do Brasil. Cachoeira recebeu o título em 13 de março de 1837, no mesmo decreto que elevou a antiga Vila de Nossa Senhora do Rosário do Porto da Cachoeira, à categoria de Cidade, sendo assinado em 13 de março de 1837, pelo então governador da Província da Bahia, Francisco de Souza Paraízo. “A Flica contribui para aquecer a economia da cidade, atraindo um grande número de visitantes que participam da programação do evento e usufrui de todos os atrativos oferecidos por Cachoeira”, garante o prefeito.

SERVIÇO

Festa Literária Internacional de Cachoeira – Flica 2013

Local: Conjunto do Carmo – Cachoeira

Data: 23 a 27 de outubro (quarta a domingo)

Realização: Putzgrillo! Cultura e Icontent/Rede Bahia

EVENTO GRATUITO