Teatro Vila Velha recebe espetáculo “Manhã”, do Grupo Domo, de Brasília

No Circuito, Teatro
22 de setembro de 2017
por Genilson Coutinho

Foto divulgação Milla Russi

Após uma trajetória de sucesso, chega a Salvador o espetáculo teatral Manhã, do Grupo Domo, de Brasília. A montagem, que se apresenta na sexta (22) e sábado (23), às 20h, e domingo (24), às 19h, no Teatro Vila Velha – espaço apoiado pela SecultBA através do edital de Apoio a ações continuadas de instituições culturais, do Fundo de Cultura da Bahia –, propõe uma viagem poética, sensorial e envolvente, para falar sobre as relações humanas e, ao mesmo tempo, lembrar que amor é sempre amor, independente de credo, sexo e tradição.

O conflito entre o mundo como aspiramos e como na realidade ele se apresenta, dá o tom maior do enredo, construído a partir da relação entre dois homens, que se amam e procuram, em um momento crise, compreender-se para reencontrar um vínculo mais duradouro e verdadeiro. A peça se passa durante apenas uma noite na vida desses amantes, uma madrugada repleta de surpresas e decisões até o amanhecer, que traz a luz renovada, a claridade e a possibilidade de se fazer e ser o novo. A relação homoafetiva faz o pano de fundo da trama, mas os temas abordados são universais.

Com texto de André Garcia, a montagem do espetáculo “Manhã” envolveu um ano de trabalho contínuo, em um processo aprofundado de pesquisa e criação. A encenação tem como proposta revelar em cena os aspectos objetivos e subjetivos dos personagens para compor atmosferas variadas, emocionais e simbólicas. Os dois atores principais são auxiliados por dois atores “sombras”, duas figuras vestidas de branco, que movimentam a estrutura cenográfica e os objetos de cena – ou até os próprios atores -, participando como “motores” de toda a encenação. Esses atores são uma releitura da figura do “kôken”, do teatro Noh japonês, além de se tornarem personagens “curinga” ao longo do espetáculo.

Tendo sido contemplado com o Prêmio FUNARTE Mirian Muniz em 2012, o espetáculo já passou pelas capitais Porto Alegre, Belo Horizonte, São Paulo, além de Brasília. O espetáculo também foi selecionado para os festivais nacionais de teatro de Taubaté e Araçatuba, no interior de São Paulo, recendo cinco indicações a prêmios. Desta vez, o espetáculo vem a Salvador patrocinado pelo Fundo de Apoio à Cultura do Distrito Federal, que incentiva a divulgação dos artistas de Brasília no cenário nacional. Além de Salvador, esta turnê ainda inclui as cidades de Belém, Rio de Janeiro e Florianópolis.

Acessibilidade – Além de disponibilizar programas em braile, o espetáculo ainda promove a acessibilidade de portadores de necessidades especiais oferecendo aparelhos de audiodescrição para deficientes visuais, durante as sessões e uma visita guiada ao cenário, 30 minutos antes do espetáculo. Para reservar o aparelho ou agendar a visita guiada, basta entrar em contato com a produção do espetáculo, através do e-mail: contato@grupodomo.art.br

Sobre o Grupo Domo –  O Grupo Domo, fundado em abril de 1994 pelo ator e diretor André Garcia, vem contribuindo com a cena teatral brasiliense, desenvolvendo uma linha de pesquisa própria, baseada em um teatro autoral e reflexivo, sempre aberto à experimentação, com enfoque no constante aperfeiçoamento do trabalho físico, sensível e vocal do ator. O aspecto autoral realiza-se pela montagem de textos inéditos, escritos pelos integrantes, conferindo atualidade a cada montagem, o que permite o diálogo com o contexto estético, social e histórico contemporâneo. O viés reflexivo do grupo nasce da concepção do teatro como uma arte vasta, múltipla e comunicativa, capaz de pôr em foco aspectos de nossa condição social e humana, levando-nos a outros espectros de percepção de nós mesmos.