Arte e Exposições

No Circuito

Notícias

Teatro

Teatro Gamboa abre programação de setembro com solo sobre LGBTFobia

Genilson Coutinho,
01/09/2021 | 14h09
Rafael Bulhões, foto por Nana Dió

O mês de setembro começa com agenda cheia no palco virtual do Teatro Gamboa e shows, espetáculo cênico e oficinas de teatro, história da música e yoga são opções para o público assistir de casa, com ingressos à venda no https://www.teatrogamboaonline.com.br/

Nesta quinta (02) e sexta-feira (03), às 19h, a cantora Cris d’Ávila apresenta ao público o show Formidable, com um repertório que é uma ode às canções francesas – entre as clássicas e contemporâneas, como a música estilo hap de Stromae – que dá nome ao show. La vie en rose (Edith Piaf), Je ne regerette rien (Charles Dumont), Que reste t’il (Trenet) são algumas das músicas que fazem parte do repertório. A versão de Samba da Bênção  (Vinicius de Moraes) feita por Pierre Barrouh também ganha espaço, numa referência ao período que a cantora viveu em Paris. O show tem direção artística e produção de Ana Paula Albuquerque.

No sábado (04), às 19h, e domingo (05) às 17h, o teatro cede espaço ao ator Rafael Bulhões que apresenta o espetáculo Devir Gazela. O solo integra o projeto Setembro é GayBoa e permeia lembranças e memórias violentas de agressões psicológicas causadas pela homofobia e questões existenciais vividas por Rafael. 

Oficinas abrem a semana

A programação online do Gamboa tem início na quarta-feira (01) quando acontecem três oficinas. Na primeira, às 15h, a instrutora Juli de Matos ministra o YoGamboa. Totalmente gratuita, a prática propõe a consciência corporal e respiratória através do yoga. Juli conduz essas práticas que incluem concentração, respiração, posturas físicas e relaxamento e para participar basta acessar o site do teatro e selecionar a opção do curso de yoga. A partir disso o interessado receberá semanalmente o link de acesso das aulas.

Logo depois, às 17h, acontece mais uma aula da oficina História da Música: o Brasil de 1500 ao Terceiro Milênio, que conta com 8 aulas teóricas e práticas sobre a história da trilha sonora nacional. O projeto é de autoria de Paulo Emílio Barros, músico instrumentista, regente, educador musical e Mestre em Educação Musical pela (UFBA), que ministra as oito aulas, cada uma com 50 minutos de duração. Os ingressos para todas as oito aulas da oficina custam R$160, e o conteúdo ficará disponível por 30 dias após o término da última aula.

Às 19h acontece a oficina Resgate, ministrada pela premiada atriz e professora de teatro Andrea Elia, com 10 aulas de teatro ao vivo e online. Andrea Elia revela os bastidores do seu processo criativo compartilhando conteúdos teóricos, recursos lúdicos e práticas interpretativas para que o participante, de casa, sob a regência da professora, possa desenvolver uma cena, aprofundar uma pesquisa cênica ou mesmo se instrumentalizar para melhorar a oratória. Caso o participante não possa acompanhar as aulas ao vivo, elas ficarão gravadas para que acesse a qualquer momento sem perder o conteúdo. O curso custa R$300 (valor único). Após o término das aulas ao vivo, o projeto ficará disponível ainda por 30 dias.