Teago Oliveira volta a Salvador com seu show “Boa Sorte” e divide noite com Pitty

Música, No Circuito
25 de novembro de 2019
por Genilson Coutinho


Boa Sorte é o nome do primeiro disco solo de Teago Oliveira, também vocalista e guitarrista da Maglore. O álbum com 11 faixas inéditas foi lançado em parceria com a Natura Musical e teve distribuição da gravadora Deck. Além do CD, o compositor soteropolitano lançou dois videoclipes em seu canal do Youtube: Corações em Fúria (Meu Querido Belchior) e Bora. No dia 30 de novembro, sábado, Teago volta à Salvador para fazer o segundo show de seu novo concerto em sua cidade natal. A apresentação será gratuita na Concha Acústica do Teatro Castro Alves, sendo que na ocasião ele dividirá a noite com Pitty que está em turnê com seu disco Matriz (Deck). “Eu admiro muito Pitty e a maneira como ela conduz sua carreira. Se mantém hoje em sua melhor fase porque nunca se traiu, sempre fez o som que acreditava independente dos modismos geracionais, além do seu talento como compositora e exímia cantora. Se tornou uma artista que atravessa o tempo, um feito que pouquíssimos conseguem”, observa Teago.

Os portões irão abrir às 16h, e Teago Oliveira será o primeiro a se apresentar. No show de

“Boa Sorte” o compositor toca na íntegra as músicas de seu novo disco e também canções de sua autoria que foram regravadas por outros artistas, incluindo Motor, faixa do “Vamos pra Rua” (2013), lançada pela Maglore, que entrou para o setlist de “Matriz” (Deck/2019), da Pitty. A música também virou destaque na voz de Gal Gosta, que a gravou e lançou sua versão em 2019. Não Existe Saudade no Cosmos, composição de Teago lançada por Erasmo Carlos, também entra no repertório do show.

De maneira mais intimista, Teago irá cantar e tocar em alguns momentos sozinho, apenas com seu violão e sua guitarra. Em outras partes, virá acompanhado de uma banda de apoio com baixo, percussão e programações eletrônicas. Para compor a atmosfera acolhedora, a iluminação cênica será mais parada, com pouco movimento de luz, predominando os tons quentes de uma paleta de cores bem definida.

Em seu disco Boa Sorte, Teago envolve suas composições em elementos que criam uma paisagem sonora antiga, como mellotron, cordas e tambores. Busca por uma estética mais percussiva e experimenta texturas que fogem de uma formação convencional de bandas com guitarra, baixo e bateria. Os arranjos, em sua maioria, foram nascendo no momento da gravação, sem passar por etapa de pré-produção, assim como algumas vozes guias, que acabaram entrando na versão final. Produzido por Leonardo Marques (III e Todas as Bandeiras), na Ilha do Corvo, em Belo Horizonte, Teago foi à Minas Gerais dar cor ao seu lado mais cancionista. A mixagem e masterização são de Gui Jesus (selo RISCO).

O projeto do disco “Boa Sorte” foi selecionado pelo Natura Musical por meio do edital 2018 e do Estado da Bahia, através do programa Fazcultura, Secretaria de Cultura e Secretaria da Fazenda. “Natura Musical foi criado para valorizar a diversidade e identidade da música brasileira”, diz Fernanda Paiva, gerente de Marketing Institucional da Natura. “Desde 2012, o edital já ofereceu recursos para 38 projetos na Bahia, como Russo Passapusso, Lucas Santtana, OQuadro, Ederaldo Gentil e, agora, o Teago Oliveira”, completa.

Teago Oliveira e Pitty fazem shows gratuitos em Salvador
Data: Sábado, 30 de novembro de 2019
Horário: 16h (Abertura dos Portões)

Local: Concha Acústica do Teatro Castro Alves – Praça Dois de Julho, s/n, Campo Grande, Salvador
Ingressos: Gratuito

Sinopse do show:

Teago Oliveira volta à Salvador com o novo concerto do disco “Boa Sorte” (Natura Musical/Deck). O show será gratuito na Concha Acústica do Teatro Castro Alves, no sábado, 30 de novembro, a partir das 16h. Na ocasião, o cantor e compositor, vocalista da banda Maglore, irá abrir abrir para a Pitty que está em turnê com seu disco MATRIZ (Deck).