Sua saúde:Tratamento de doenças cardíacas pode ser iniciado mais cedo

Comportamento, Social
8 de agosto de 2014
por Genilson Coutinho

coracao

Detectar a suscetibilidade ou risco de doenças cardíacas e facilitar a adoção de prevenções e que podem evitar ou retardar o aparecimento das mesmas, é o que propõe o Painel Genético para Cardiopatias, oferecido pelo Laboratório Sabin. Em apenas um procedimento são analisados vários genes relacionados com diferentes doenças cardíacas de origem hereditária.

De acordo com o cardiologista e consultor médico do Laboratório Sabin, Anderson Rodrigues, esse rastreamento faz parte de uma tecnologia de última geração, capaz de realizar uma gama enorme de análises moleculares no genoma humano. O exame não muda a carga genética herdada, mas permite que o tratamento para a cardiopatia seja iniciado mais precocemente, implicando, em alguns casos, numa maior chance de cura.

“Este Painel Genético para Cardiopatias possibilita ao médico oferecer aos seus pacientes o que há de mais moderno e eficaz em diagnóstico associado ao tratamento e prevenção”, explica.

Ainda que normalmente as cardiopatias sejam associadas a fatores ambientais e estilos de vida como dieta, fumo, sedentarismo e outros, existem algumas doenças que têm como fator importante a herança genética.

“O Painel analisa 46 genes que estão associados a doenças do coração herdadas de familiares. Além disso, os laudos são objetivos e acessíveis, apresentando informações atualizadas e fundamentais para uma medicina de ponta”, ressalta o cardiologista.

O exame deve ser solicitado por médicos e irá auxiliar ainda na definição do diagnóstico, no estabelecimento de intervenções terapêuticas e em alguns casos, na prevenção de morte súbita.

Dados da Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC) apontam que as doenças cardiovasculares matam cerca de 350 mil pessoas todos os anos no Brasil.