Serviços

Startup baiana desenvolve app de Telemedicina para auxiliar no atendimento médico durante a pandemia

Genilson Coutinho,
12/05/2020 | 21h05

A startup baiana Meu Médico desenvolveu um aplicativo que permite a realização de consultas médicas online, através da telemedicina. O app tem o objetivo de evitar o deslocamento da população até clínicas e hospitais, estimulando o isolamento e evitando a propagação da covid-19 e de outras doenças.

O Conselho Federal de Medicina (CFM) autorizou o uso de modalidades da telemedicina desde março. É possível que médicos realizem diagnósticos e orientem seus pacientes, podendo também prescrever receitas. O atendimento é feito totalmente à distância, através de videochamadas.

O aplicativo foi desenvolvido em 2016 no Parque Tecnológico da Bahia, através de uma parceria entre as empresas Meu Médico e Topos Informática.  Já atendeu mais de 50.000 usuários em diversas regiões do país, incluindo os estados do Paraná, da Bahia e de Santa Catarina. “ O meu médico se mostra como uma solução ideal para as instituições de saúde do País, uma vez que estimula o isolamento, reduzindo os riscos de contaminação, e oferece um atendimento eficaz e seguro para médicos e pacientes. Além disso, a adoção da ferramenta tecnológica possibilita menores custos, tanto para estabelecimentos, quanto para pacientes”, garante Walter Ribeiro, diretor de produtos da startup.

Hoje, o aplicativo já é utilizado por algumas clínicas, hospitais e operadoras de saúde. Mas a empresa tem o desejo de expandir o seu uso, uma vez que o Brasil  já ultrapassou o número de 10.000 mortes, e a maioria dos casos aconteceram por uma transmissão comunitária não sendo possível identificar a origem.

O uso da Telemedicina está autorizada pelo Conselho Federal de Medicina para todas as áreas da saúde, regulamentada pela lei nº 13.989/2020, enquanto durar a pandemia do novo coronavírus.  

Site: www.meumedico.net.br