Sim, eu sou mulher”: escritora lança livros sobre pessoas trans

Comportamento, Social
10 de dezembro de 2014
por Genilson Coutinho

livro

Mônica Candiani tem 26 anos e é professora de língua inglesa e portuguesa, cantora, compositora, escritora, feminista e simpatizante do movimento LGBT. Vem buscando, nas diferentes formas de arte, expressar seu descontentamento com a hipocrisia da sociedade e lutar pela igualdade. Seu mais novo rebento é o livro “Sim, eu sou mulher”, da Metanoia Editora.

“Após assistir a um documentário indicado pela minha irmã, chamado ‘Meu eu secreto’, que aborda o tema da transgeneridade em crianças, senti uma imensa vontade de estudar e escrever sobre esse assunto. Estava morando em Londres na época e decidi fazer uma pequena pesquisa de campo entrevistando virtualmente pessoas transgêneros no Brasil”, relembra a escritora.

“A ideia a princípio era escrever um texto para um antigo blog, esclarecendo o tema para os mais leigos. Porém, as histórias de vida dessas pessoas me comoveram de tal forma, que decidi escrever um livro. E assim surgiu a Isabel, personagem principal do romance, é uma travesti que narra sua história desde a infância até a idade adulta, contando todas as dificuldades pelas quais as pessoas transgêneras passam no Brasil”, conta ao Mix.

Além de esclarecer os conceitos de identidade de gênero e orientação sexual, o livro também aborda outros temas polêmicos como drogas, prostituição, preconceito, abandono familiar entre outros. “Amei a experiência de escrever e espero que esse livro possa contribuir para a visibilidade das pessoas trans e no esclarecimento do tema para os mais leigos a fim de vencermos a transfobia e todas as formas de preconceito.”

A obra está no catálogo das livrarias Nobel, Cultura, Curitiba e Saraiva. Pode também ser comprada diretamente do site da editora www.metanoiaeditora.com por R$ 25. A página do livro no Facebook você acessa clicando aqui.