Shows do Festival da Primavera começam nesta quinta-feira (22)

Música, No Circuito
22 de setembro de 2016
por Genilson Coutinho

As primeiras atrações musicais do Festival da Primavera 2016 se apresentam na quinta-feira (22), a partir das 18h, no Terreiro de Jesus, Centro Histórico. A primeira atração da noite será o cantor Fernando Ferraz, que vai encantar o público presente com o melhor do sertanejo e toda sua irreverência e alegria no palco. Logo depois, a guitarra baiana de Fred Menendez levará o carnaval para dentro do Centro Histórico. Acompanhado pelo seu microtrio, o Rixô Elétrico, o artista vai mostrar toda sua habilidade.

A festa não para no Centro Histórico,​​​​​​ porque na sexta-feira (23) se apresenta também no Terreiro de Jesus, a Orquestra Sinfônica Arte Viva. A Orquestra é pioneira em formatos diferenciados de espetáculos sinfônicos, já realizou concertos Sinfônicos de Rock, Forró, MPB, entre outros. Guiada pelo maestro Amilson Godoy, este ano eles realizam um show sobre os “100 Anos de Samba”, que homenageia o centenário de um dos mais representativos gêneros musicais brasileiros. A orquestra recebe como convidado o sambista Jorge Aragão, às 19h. “Aquarela do Brasil”, de Ary Barroso, “Asa Branca Assum Preto”, de Luiz Gonzaga e Humberto Teixeira, um medley com canções da Legião Urbana, e “Chega de Saudade”, de Tom Jobim e Vinicius de Moraes, são alguns dos títulos que fazem parte do repertório do concerto

No sábado (24) os shows começam cedo. Ás 11h, a banda “O Liberato”, uma das ganhadoras do Festival Música Universitária de Salvador (Musa) abre a tarde de festa no Anfiteatro Dorival Caymmi. Logo depois, sob ao palco o jovem cantor, instrumentista e compositor baiano, Guga Meyra, um dos principais nomes da nova geração da música produzida em Salvador.  A Cantora Katê continua a tarde de shows no anfiteatro, a bela vai comandar a tarde com muita animação e um repertório de grandes sucessos. Para a apresentação, a artista vai levar músicas de seu mais recente disco, lançado no último verão, como “Bonde da Katê” e “Desce Devagarinho”.

Quem encerra os shows do sábado no Parque da Cidade é a banda “TH”, que traz como referência o axé music, com uma batida mais alegre e diferenciada. O grupo intitula-se “TH”, devido às iniciais do nome do vocalista, Thiago Silva. O jovem talento musical traz criatividade nos arranjos que incorpora a músicas diversas. A TH sempre insere em suas apresentações músicas de cantores renomados não somente no ramo do axé, mas também do sertanejo e do pagode.

À noite o Largo da Mariquita, no Rio Vermelho, fica agitado a partir das 19h30, o local recebe o grupo Quabales, conhecido pelas apresentações marcantes. O show do grupo vem sempre composto de muita teoria musical, acompanhados por violão, percussão, break dance, performance percussiva, canto e percussão eletrônica. A noite do sábado, no Rio Vermelho, será encerrado ao som da Banda Blitz. A banda de rock carioca é comandada pelo irreverente Evandro Mesquita e chega a Salvador para relembrar todos os sucessos do grupo.

O Centro Histórico também recebe música no sábado (24), com a apresentação de Fred Menendez, que volta a agitar o Largo do Terreiro de Jesus, às 18h, acompanhado do minitrio Rixô Elétrico.

Para o domingo (25), o carnaval invade o Parque da Cidade, com a apresentação da Oficina de Frevos e Dobrados – Fred Dantas e Bonecões Mamulengos, das 10h ás 12h, na entrada do parque. Já das 13h às 15h a banda Paroano Sai Milhó invade a Praça Pau Brasil para fazer a festa do público.

 

O Festival abre um espaço importante para a música instrumental, também no domingo, com o show da Orquestra Soteropolifônica, às 10h30, no Anfiteatro Dorival Caymmi. O projeto dos maestros Ubiratan Marques e Luciano Calazans vem encantando a todos que tem o privilégio de assistir as suas apresentações. Além de instrumentos sinfônicos típicos, ela também conta com instrumentos elétricos e percussão de terreiro, tudo em favor de um repertório que contempla erudito e popular: samba, rock, axé.

Ás 12h30, o local recebe Adriano Rezende, o cantor traz qualidade musical das suas apresentações, com músicas autorais, coreografias originais e também no uso da tecnologia, com utilização de equipamentos de ponta, batidas eletrônicas misturadas à percussão, dando ao show uma roupagem moderna, dançante e original. Por volta das 14h sobe ao palco Siro Leal, principal ganhador do Festival Musa. O Cantor Tenor Carllos Lima e o Pianista Josué da Paz se apresentam ás 15h30. A dupla que completou 15 anos de parceria também são músicos da Polícia Militar baiana. Eles prometem encantar os soteropolitanos interpretando músicas nacionais e internacionais.

No Rio Vermelho, o último dia de shows do Festival da Primavera começa com a apresentação da banda “Samba do Pretinho”, que surgiu como diversão de um grupo de amigos músicos, que hoje têm com o propósito de fazer samba diferenciado trazendo a verdadeira mistura de ritmos.  Em seguida, a super cantora Maria Gadú, um ícone da nova geração da MPB, admirada por todas as faixas etárias e dona de uma voz inconfundível, agita o público do Largo da Mariquita. Ela promete deixar essa edição do Festival da Primavera ainda mais emocionante.

Quinta-feira (22)

18h – Fernando Ferraz

19h – Rixo Elétrico

Local: Terreiro de Jesus _ Centro Histórico

Sexta-feira (23)

19h – Orquestra Arte Viva

Local: Terreiro de Jesus – Centro Histórico

Sábado (24)

11h – O Liberato (vencedor MUSA)

12h30 – Guga Meyra

14h – Katê

15h30 – Banda TH

Local: Anfiteatro Dorival Caymmi – Parque da Cidade

19h30 – Quabales

21h00 – Blitz

Local: Largo da Mariquita – Rio Vermelho

19h – Rixo Elétrico

Local: Terreiro de Jesus – Centro Histórico

Domingo (25)

15h – Atrações musicais – Bonecões Mamulengos, Oficina de Frevos e Dobrados – Fred Dantas / Paroano Sai Milhó

Local: Praça da Cidade

10h30 – Orquestra Soteropolifônica

12h30 – Adriano Rezende

14h00 – Siro Leal (Vencedor MUSA)

15h30 – Cantor Carllos Lima e o Pianista Josué da Paz

Local: Anfiteatro Dorival Caymmi – Parque da Cidade

18h30 – Samba do Pretinho

20h30 – Maria Gadú

Local: Largo da Mariquita – Rio Vermelho