Show Inédito: Ivete Sangalo fala sobre o repertório do espetáculo beneficente

Música, No Circuito
14 de dezembro de 2015
por Genilson Coutinho

Foto:Divulgação

O público do show beneficente que a cantora Ivete Sangalo realiza no dia 18 de dezembro (sexta-feira) na Arena Fonte Nova, em Salvador, vai ver a baiana visitar um repertório inédito em sua carreira. Apesar de não ser a primeira vez que Ivete interpreta canções de Gil e Caetano, no show do dia 18 os baianos e turistas verão a artista cantando músicas como “Panis et Circencis” (do disco clássico “Tropicália ou Panis et Circencis”, de 1968) e “Lamento Sertanejo” (Gilberto Gil). O público vai rememorar ainda músicas dos baianos já gravadas por Ivete, como “Tá combinado” e “O Leãozinho”, de Caetano. Toda a renda do show será revertida para a reforma do Hospital Martagão Gesteira, único exclusivamente pediátrico de Salvador, que atende gratuitamente milhares de crianças.

“As músicas de Gil e Caetano sempre estiveram muito presentes na minha vida. Ouvia dentro de casa com meus pais e meus irmãos, e são, sem dúvida, cantores que influenciaram na minha formação enquanto artista. Essa relação afetiva com a obra dos dois me inspirou a montar o repertório para este show. Tem músicas que eu nunca cantei em público, mas que fazem parte da minha história”, conta Ivete, que na ocasião será acompanhada pela Orquestra Juvenil da Bahia (NEOJIBA), com a regência do maestro Helder Passinho Jr.

Para a apresentação, o músico Luciano Calazans é o responsável pelos novos arranjos das músicas já conhecidas de Gil e Caetano, feitos exclusivamente para o show, que serão executadas com a Orquestra. Luciano já trabalhou como músico, arranjador e produtor em álbuns e turnês com Gilberto Gil, Flávio Venturini, Hermeto Pascoal e Arnaldo Antunes. A direção artístca fica por conta de Elísio Lopes Júnior.

Nas participações especiais, Cláudia Leitte, Carlinhos Brown e Preta Gil vão cantar com Ivete e a Orquestra. Luís Miranda é o responsável por abrir a noite. O ator baiano aderiu à campanha em prol do Hospital Martagão Gesteira e também vai se apresentar no espetáculo beneficente. Antes de começar o show, o ator vai levar ao palco montado na Arena esquetes da peça 7 Conto, com três dos personagens centrais, em um formato montado exclusivamente para o evento, com novas piadas e muito improviso. No palco, ele interpreta Queixada, um guardador de carros; Dona Edite, líder comunitária sem papas na língua; e Sheila, socialite com viagens pelo mundo.

A abertura dos portões está marcada para às 17h. Às 19h30 Luís Miranda assume o comando da noite, com a montagem especial de 7 Conto. Às 21h, Ivete e a Orquestra Juvenil da Bahia dão início ao espetáculo.