Seminário sobre “transfobia” marcou Dia do Orgulho LGBT em Salvador; veja as fotos

Notícias
29 de junho de 2016
por Genilson Coutinho

Jenny Müller/ Foto: Genilson Coutinho

O último dia 28 de junho, data em que se comemora o Orgulho LGBT, foi celebrado com palestras e intervenções artísticas no ICBA, em Salvador. Isso porque o local foi palco do Seminário Dois Terços de Prosa, evento promovido pelo site Dois Terços que reuniu grande número de estudantes, militantes e estudiosos para discutir a Transfobia.

A programação teve início pela manhã e seguiu ao longo do dia com diferentes convidados debatendo questões relacionados ao universo da comunidade Trans, especialmente a violência contra essa classe.

A estudante de Serviço Social Dirlane Reis se sentiu contemplada: “sem dúvidas é muito importante participar deste debate, pois é fundamento para fortalecer as lutas do movimento LGBT. E para mim é muito importante. Estou aprendendo com esse seminário, quero agregar novos valores e conhecimento sobres esses temas”, afirmou.

Mesa sobre Transexuais e Travestis: repensando as instituições públicas”Foto: Genislon Coutinho

Para a professora universitária e ativista social Beth Dantas, o seminário configurou uma importante ferramenta para promoção da visibilidade Trans e deve ser realizado com mais frequência, pela sua relevância temática.

O advogado e professor Enézio de Deus, que mediou a mesa-redonda sobre instituições públicas, considerou o Seminário um evento muito rico e atual por trazer para o eixo dos debates as dores e anseios da população Trans. Seu depoimento foi dos mais empolgados: “Foi uma honra, para nós, integrarmos o seminário, especialmente neste tão caro histórico dia 28 de junho. O evento conseguiu atingir o ponto fulcral das complexas redes de preconceitos e discriminações que atingem as/os LGBTTTIs: a transfobia, com as suas sutis ou cruéis manifestações. Para tanto, o Seminário deu voz às e aos trans nas mesas e demais atividades, o que se fez um enorme diferencial a nosso ver, pois elas/eles é que sentem na pele, diariamente, o peso da lógica rígida e excludente binária de gênero a partir da qual ainda opera a nossa sociedade, com os seus entes e poderes constituídos, a partir dos seus discursos, aparelhos ideológicos e demais dispositivos. Assim, só temos a agradecer e a parabenizar o site DOIS TERÇOS por este pioneirismo e pelo sério  comprometimento que tem atestado em tudo que realiza. Sim: NÓS SOBREVIVEREMOS! E VIVA A DIVERSIDADE!”, escreveu em depoimento.

Coletivo Minissaia Trans

O editor-chefe do Dois Terços Genilson Coutinho explica que, além de celebrar o Dia do Orgulho LGBT na Bahia, o evento constituiu mais uma etapa de uma campanha maior que tem sido objeto de dedicação do site em 2016. “Este ano estamos dedicamos nossos esforços de comunicação e ação sociocultural para ajudar a combater a ‘Transfobia’. Os dados dessa violência contra a comunidade Trans são alarmantes em nosso estado e vamos continuar cumprindo nosso papel de levar conscientização, esclarecimento e informação para combater a violência e o preconceito. Mais ações virão”, garantiu.

A fotografaAndréa Magnoni / foto Genilson Coutinho

Veja a galeria .