Seminário aborda Psicologia e políticas públicas nas relações com as identidades trans em SP

Sem categoria
14 de março de 2013
por Genilson Coutinho

As demandas de saúde de transexuais têm sido objeto de debates nos mais diversos fóruns, do movimento social à gestão pública, colocando o desafio de rever os atuais modelos de cuidado para atender as necessidades de saúde integral desta população, sem, contudo, patologizar as vivências trans. Nesse contexto, o Sistema Conselhos de Psicologia promove o do seminário “As identidades trans, as políticas públicas e as contribuições da Psicologia”, que acontece no dia 14 de março, das 9h às 17h horas, na sede do CRP-06, em São Paulo.

O objetivo é fomentar a construção de orientações éticas e técnicas para a prática profissional por meio de concepções e práticas com um olhar pautado na afirmação da vida, defesa dos direitos humanos e na promoção da autonomia das pessoas.  A iniciativa é uma parceria entre o Conselho Federal de Psicologia (CFP), do Conselho Regional de Psicologia de São Paulo (CRP-06) e do Espírito Santo (CRP-16).

 

Programação

A abertura do encontro será feita pelo presidente do CFP, Humberto Verona, às 9 horas. Também participarão do debate representantes do Ministério da Saúde, Federação Nacional dos Psicólogos (Fenapsi), Associação Brasileira de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais (ABGLT), Articulação Nacional das Transgêneros (ANTRA) e Associação de Homens Trans.

Os debates começam às 10h, com a mesa sobre “Políticas públicas, saúde mental e processos transexualizadores”. Nela será discutido o contexto geral sobre identidades trans, com enfoque nas políticas públicas. O objetivo é falar a construção das identidades e subjetividades, abordado a questão da vivência trans, da autonomia dos usuários e da bioética.

A série de discussões ocorre também no período da tarde, às 13h30, com a mesa “Panorama dos serviços”, cuja ideia é dar o cenário dos serviços de saúde em relação ao que cada centro de referência tem feito e como está a atuação da Psicologia neste cenário.

 

O tema “Limites e desafios da atuação da Psicologia”, às 16h, encerrará a roda de conversas do seminário. O diálogo deverá abordar o trabalho dos psicólogos e psicólogas em diferentes contextos onde seja necessário atendimento qualificado para as pessoas trans, a exemplo das clínicas, centros de referência e outros serviços de saúde.

Serviço:

Seminário “As identidades trans, as políticas públicas e as contribuições da Psicologia”

Onde: Sede do CRP-06, na Arruda Alvim, 89 – São Paulo/SP

Horário: das 9h ás 17