Semba, Cu Duro e ritmos Angolanos na Concha

Sem categoria
28 de janeiro de 2012
por Genilson Coutinho

O Angolano Yuri da Cunha agitou a Concha Acústica Maurício de Nassau na terceira noite do Festival de Verão. Cantor que fala da importância dos bons valores, e toca Semba, variou o repertório para mostrar suas raízes e todos os ritmos do seu país ao povo brasileiro. Com coreografias variadas e muita animação, passeou entre Semba, Cu duro e Kizomba. Conhecedor e fã da cultura brasileira e de artistas como Brown, Caetano Veloso e Gilberto Gil, ele já puxou trio em Salvador e dividiu palco com Daniela Mercury, mas declarou que é sempre uma alegria única cantar no Brasil.

Os angolanos presentes na plateia são membros de uma comunidade de estudantes de Angola no Brasil, e reuniram onze fãs, todos residentes no Brasil, para assistir o show do ídolo.  Abraçados à bandeiras do país natal, faziam as coreografias, e repetiam com emoção as letras  das músicas. “É maravilhoso estar aqui. Ouvindo essa música me sinto como se estivesse em casa, e isso mostra que nossa cultura está se expandindo”, disse emocionado o luandense Pedro Álvaro, 24 anos, que veio há três anos  para o Brasil para estudar engenharia da Computação.