Música

Notícias

Selo Candyall Music do músico Carlinhos Brown lança novos singles de Pugah e Flavia Bittencourt nesta sexta (24)

Genilson Coutinho,
23/09/2021 | 13h09
Foto: Luiz Paula

Novos lançamentos movimentam o cenário musical nesta sexta, 24 de setembro: os singles “Acordar, Agradecer”, de Pugah, com feat de Ju Moraes, e “Com Alegria” de Flavia Bittencourt e Marcelo Mira. Dando sequência a uma série de lançamentos que vem acontecendo desde o início deste 2021, o Selo e editora do cantor, compositor e multi-instrumentista Carlinhos Brown, que assinou recentemente contrato global com a ADA Music Group e Editora Warner Chappell, a Candyall Music vem movimentando a cena musical com a apresentação de novos talentos, em lançamentos semanais – todos disponíveis nas plataformas digitais.

Fundada em 2002, a Candyall Music administra a obra do artista Carlinhos Brown, além dos fonogramas infantis Paxuá e Paramim e banda Timbalada. “Queremos potencializar a música e os novos artistas, agregando a vasta experiência de Carlinhos, que é um mestre, aliando às melhores ferramentas e parcerias para potencializar esse rico catálogo”, afirma Flávio Dultra, gestor do Selo/Editora.

Para conferir os mais recentes lançamentos da Candyall Music, acesse: https://linktr.ee/CandyallMusic

Conheça os novos talentos do Selo Candyall Music:

Héloa – Sergipana, licenciada em artes visuais, Héloa é atriz, cantora, compositora, bailarina e diretora de arte. Lançou o primeiro álbum em 2016, “EU”, circulando em turnês pela Bahia, Rio de Janeiro, São Paulo, Sergipe, Santa Catarina, Pará e, Minas Gerais, além da participação em diversos festivais de música, como o Feira Preta, Música No Vão, Sonora, Conexidade, Floripa Jazz e o lançamento com casa cheia no Itaú Cultural. Em 2019 lançou o álbum “Opará”, que conta com a participação de Mateus Aleluia, Fabiana Cozza, Mestrinho, Grupo Indígena Sabuká Kariri-xocó e o grupo de mulheres sul-africanas Mulheres Livres. Em 2020 nasceu o EP “Opará na Pista” que conta com remixes de DJs e produtores de 4 estados brasileiros: DJ Raiz, DJ Dolores, Yuri Queiroga, Lucas Estrela e Furmiga Dub.

“Tem sido uma experiência incrível fazer parte de um Selo que carrega a história musical não só do nosso mestre Carlinhos Brown, mas de tantas pessoas que passaram por alí. Um espaço que também é ancestral e traz essa força do Axé. É uma experiência realmente fantástica e também guiada pelo sagrado. Tem sido um grande aprendizado e é muito emocionante”, comemora Héloa.

Flávia Bittencourt – Nascida em São Luís do Maranhão, Flávia Bittencourt chega para mostrar canções de sua autoria e também dos grandes mestres nascidos pelos confins brasileiros e do mundo. Além de cantora e compositora, é também atriz.  Com 4 álbuns lançados, já se apresentou em várias cidades do Brasil, Europa (Paris, Toulouse, Nice, Toulon, Marseille, Lisboa, Roma e Bruxelas), Estados Unidos (Nova York) e África (Luanda). Foi o produtor Fernando Deeplick quem apresentou o trabalho da artista Flavia Bittencourt a Carlinhos Brown. Seu segundo lançamento pelo Selo Candyall Music, o single “Escavucando o Nada”, foi composto por Carlinhos em 2018, em parceria com André Lima, durante a fase de pré-produção do álbum “Eletrobatuque”.

“Uma alegria muito grande fazer parte do casting da Candyall Music, Selo desse grande artista que é o Carlinhos Brown, que além de tudo, tem uma visão muito madura e generosa para a carreira dos artistas. Fiquei muito feliz com o convite”, conta Flávia.

LUI – O artista baiano LUI fez sua estreia no cenário musical afirmando a homoafetividade e combatendo a sorofobia. Após cerca de 20 anos atuando nas artes cênicas como ator, diretor, produtor e dramaturgo, e, depois de muitas experiências de canto no palco, LUI começou a se apresentar como intérprete musical em 2018 quando apresentou o espetáculo #ComproVendoTrocoAMOR, o qual gerou seu primeiro EP homônimo com as faixas autorais “Namora eu” e “Ei, Moço”, além da regravação de “Não Aprendi Dizer Adeus”. Agora, através do projeto #ÉSóAMOR, vem firmar sua personalidade e estética musical através de melodias e rimas próprias. O trabalho autoral que expressa suas vivências de forma potente e afirmativa está presente em todas as plataformas digitais de música, através do Selo Candyall Music.

“Percebo que a Candyall é mais do que um Selo, mais do que uma editora fonográfica. É um território de afirmação, de construção de imaginários e de carreiras. O EP poderia estar saindo por qualquer outra editora, mas o Selo Candyall tem a acolhida de Brown, no sentido de olhar o artista, entender aquela contribuição pro mundo e, a partir disso, somar. Ele nos dá uma perspectiva de troca e isso é grandioso, sobretudo vindo de um mestre”, ressalta LUI.

Japa System – Em seu primeiro disco solo, “Sistema Percussivo Integrado”, disponível em todas as plataformas digitais, o artista mistura timbal, atabaque, a baldes e frigideiras, sonoridades tiradas de barras de ferro, cascas de árvores, pele e couro de animais, com sintetizadores, samplers e bases eletrônicas, e também inova ao se lançar como cantor. Com influências da Capoeira, Candomblé, Samba Duro e Samba de Roda, o disco resgata toda trajetória do artista, que realizou um sonho ao tocar com a Timbalada e chegou a fazer parte do Terra Samba, com o qual fez sua primeira turnê internacional. Japa já tocou em festivais como o Lollapalooza e Rock in Rio, e rodou Europa e Estados Unidos, além de acumular premiações, como o 28º Prêmio da Música Brasileira (2017) e o Grammy Latino (2019) – ambos ao lado do BaianaSystem.

“Minha relação com a Candyall Music é de grande intensidade. Quando estava ainda preparando o meu álbum de estreia, o Sistema Percussivo Integrado, encontrei Carlinhos, e quando lhe contei meus planos, ele já me fez o convite para integrar o Selo e foi incrível. Tenho uma relação muito fantástica com Carlinhos – saí de Feira de Santana pra morar no Candeal porque meu sonho era tocar na Timbalada e conhecer o movimento daquele lugar. Os deuses me proporcionaram tudo isso, sou muito grato, e tudo só se fortalece cada vez mais”, comemora Japa.

Rafa Chagas – Um dos atuais vocalistas da banda Timbalada, Rafa Chagas está lançando seu trabalho autoral pelo Selo de Carlinhos Brown, disponível em todas as plataformas digitais, e assina uma trajetória pontuda por importantes parcerias junto ao seu mestre. Com carreira artística iniciada ainda na infância com a banda Yeba Beats, dirigida pelo tio Magary Lord, Rafa liderou o grupo Lactosamba aos 16 anos, assumiu os vocais e fez bonito à frente da Mukindala no verão de 2015, e em 2017 assumiu a linha de frente da Banda Timbalada, com Buja Ferreira e Paula Sanffer. Sua assinatura está, inclusive, em diversas músicas da nova formação da Timbalada, na canção Sou Timbaleiro Sou, Sagrado Mar entre outras. Cantor e compositor, tem diversos hits na voz de outros artistas como Bruno Cardoso, Léo Santana, Xanddy e Márcio Victor.

“Fazer parte desse time da Candyall Music é de uma extrema responsabilidade, alegria e cumplicidade. Tô muito feliz com tudo que a gente tá construindo, de poder colocar minhas ideias em novas composições e ter esse respaldo. É um trabalho paralelo com o meu vocal na Timbalada. Carlinhos é um grande professor e uma grande inspiração na música e na vida, principalmente”, conta Rafa.

Pugah – Misturando ritmos afro-baianos e nordestinos com elementos da música eletrônica, o trabalho autoral do cantor baiano Thiago Pugas, o Pugah, que é também braço direito de Carlinhos Brown no estúdio Ilha dos Sapos, chega ao mundo através do Selo Candyall Music. Em sua trajetória, Pugah assina com Carlinhos a produção musical dos discos “Artefireaccua – Incinerando o Inferno”, “Sarau du Brown – Ritual Beat System”, “Marabô”, “ViBraaasil” e “Mixturada Brasil”, além dos discos “Timbalada da Macota”, “Axé inventions”, “Umbalista” e “Umbalista Verão”. Também tem a assinatura de Thiago Pugas a produção musical de três faixas do DVD “Nega Lôra”, de Claudia Leitte. Em outubro de 2020, Pugah lançou o EP “Nosso Grito”, com participação do Mestre Brown e da drag queen e cantora, Mary Jane Becky, também pelo Selo Candyall Music, disponível em todas as plataformas digitais.

“Uma honra poder lançar meu trabalho autoral no Selo do meu mestre Carlinhos Brown. Mestre que me formou produtor musical, e me fez um músico e um artista com um olhar para novos horizontes. Brown, coletivo na sua essência, tem um olhar sempre voltado para o próximo, e com tudo que ele é e sua história, nos ensina muito. O Selo Candyall Music vai realizar ainda muitos sonhos, como o meu”, vibra Pugah.