São Paulo tem queda de 7% nos casos de Aids entre homens na última década, diz estudo

AIDS em pauta, Slider
14 de setembro de 2018
por Genilson Coutinho

Observatório G 

O número de casos de Aids em homens na cidade de São Paulo caiu 7% em comparação com a última década, uma redução de 5.465 para 5.087 novos portadores da doença em São Paulo, segundo balanço do Centro de Referência e Treinamento DST/AIDS-SP, da Secretaria de Estado da Saúde.

A concentração na faixa-etária de 30 a 39 anos teve queda de 1.995 para 1.619, comparando-se 2007 e 2016. Outras faixas-etárias, entretanto, apresentaram um aumento nos diagnósticos de soropositivos. Entre os adolescentes, o crescimento foi de 167% entre os 15 e 19 anos do sexo masculino com um salto de 43 para 115 casos neste mesmo período.
Entre jovens de 20 a 24 anos, de 303 para 584 casos (93%). Assim como no público feminino, houve alta entre homens idosos (de 60 a 69 anos), passando de 147 para 193, um aumento de 31%.
Já entre as mulheres, os números de portadores com Aids caiu pela metade no Estado dentro de uma década. 50% é similar entre mulheres de 30 a 39 anos, que representam cerca de 1/3 dos casos notificados entre o público feminino.
Em 2016, foram diagnosticadas 504 pacientes nessa faixa de idade; dez anos antes foram 1.053, uma queda de 52,1%. O número de diagnósticos de Aids entre as idosas de 60 a 69 anos aumentou de 103 para 136 casos positivos (32%), no período.