Santo Antônio será louvado por artistas baianos na Praça das Artes durante três dias

Sem categoria
11 de junho de 2011
por Genilson Coutinho

Celebrado desde 2007 por iniciativa do Pelourinho Cultural, programa da Secretaria de Cultura da Bahia – SecultBa, o Tríduo a Santo Antônio no Centro Histórico acontece este ano nos dias 11, 12 e 13 de junho, sempre às 19 horas, no Pelourinho. Em sua quinta edição, o evento que sempre aconteceu na Casa 12, sede do Programa Pelourinho Cultural, deixa a instituição pela primeira vez para ser contemplado ao ar livre – na Praça das Artes, e conta a realização da Secretaria de Turismo do Estado da Bahia – Setur, através do São João da Bahia, e com o apoio do Instituto de Patrimônio Artístico e Cultural da Bahia – IPAC e do Instituto Mauá.

Para a gerente de produção artística do Pelourinho Cultural, Simone Reis, é de extrema importância salvaguardar manifestações culturais como a celebração a Santo Antônio. “Essa é uma manifestação popular de tradição religiosa que sempre teve espaço no Centro Histórico. A celebração aberta ao público vem para somar no sentido de divulgar e preservar essa manifestação, inclusive apresentando esses costumes aos que não o conhecem”, afirma Simone. “Esse é o intuito do Pelourinho ao ampliar uma celebração que já vinha sendo realizada durante alguns anos”, conclui.

Na prática da fé católica, a palavra “tríduo” é sinônimo de preparação. No caso de Santo Antônio, o tríduo e uma tradicional reunião em louvor e oração durante três dias até o 13 de junho, dia oficial do homenageado. É com objetivo de preservar e valorizar as tradicionais manifestações religiosas e culturais, que a cada noite grupos e artistas baianos serão convidados para louvar o santo mais popular do Brasil, também conhecido como santo casamenteiro e padroeiro dos pobres, além de invocador para encontrar objetos perdidos.

Portanto, quem passar pelo Centro Histórico entre os dias 11 e 13 poderá apreciar os louvores ao Santo nas vozes do Maestro Keiler Rego, do cantor baiano Aloísio Menezes e do Grupo Santo Antônio. No repertório, além de cânticos, louvores e orações, o público poderá conferir a canção “Santo Antônio” – composição do artista Jota Velloso.

Para o prior Júlio César Soares, um dos coordenadores do Grupo Santo Antônio, o tríduo é uma oportunidade em que os católicos rogam e agradecem ao santo. “Este momento é muito singular na vida de nossa comunidade, pois nos reunimos para nos congratular, orar, e agradecer as graças trazidas por este famoso santo”, conta. “Damos ainda a oportunidade ao público de conhecer a história de Fernando Bulhosa, o nosso Santo Antônio, que percorreu várias cidades européias para anunciar o evangelho de Cristo”, completa o prior.

Após cerimônia, barraquinhas do Instituto Mauá vendendo itens típicos da temporada junina e apresentações de dois trios de forró por noite farão da Praça das Artes um autêntico espaço nordestino, alegrando a baianos e turistas com o tradicional forró pé de serra, além de estilos forrozeiros como xote, xaxado e baião. Durante os três dias de orações, um livreto será distribuído com súplicas, cânticos e ladainhas para que o público possa acompanhar e participar do ritual. Além disso, no dia 13 de junho, será distribuído aos presentes o tradicional pãozinho de Santo Antônio. O símbolo remete à generosidade do santo que doava pães aos pobres. Acredita-se, que ao manter o “pãozinho de Santo Antônio” em um pote de farinha, não faltará alimento ao lar.
Quermesse segue até o dia 25

Devidamente decorada e pronta para os festejos juninos desde o dia 11, a Praça das Artes irá continuar em clima de quermesse até o final do São João. Diariamente, a partir das 17h30, o público poderá saborear as famosas iguarias juninas como bolos diversos, canjica, pamonha, mungunzá, amendoim e licores, a venda nas barraquinhas do Mauá, e curtir as apresentações das atrações da comunidade do Pelourinho além dos tradicionais trios de forró.

Santo Antônio

Tradicionalmente comemorado em 13 de junho, o dia de santo Antônio abre a temporada de celebrações juninas a santos católicos. Durante o mês são homenageados ainda São João Batista (24) e São Pedro (29). Santo Antônio de Pádua foi um frei franciscano português. Nascido em Lisboa, Fernando de Bulhões e Taveira foi ordenado sacerdote entre os cônegos regulares de Santo Agostinho, entrando posteriormente para o convento de Santo Antônio de Coimbra, onde recebeu o nome de Antônio. Atualmente é um dos santos mais venerados da igreja católica em todo o mundo. É considerado protetor dos pobres e dos namorados

Foto: Genilson Coutinho

Serviço
Tríduo a Santo Antônio
Quando: 11, 12 e 13 de junho (sábado a segunda-feira), 19h
Onde: Praça das Artes
Quanto: Gratuita