SAMU negou-se a socorrer travesti na Barra

Sem categoria
1 de junho de 2011
por Genilson Coutinho

A polícia investiga se a equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) negou socorro a uma travesti morta na última terça-feira (31), no bairro da Barra, em Salvador. A suspeita é que a vítima tenha sido assassinada pelo próprio companheiro. Uma moradora denunciou que o Samu se recusou a transferir a travesti para um hospital. O vice-coordenador do serviço, Jorge Serra, afirmou que um inquérito administrativo será aberto para apurar o episódio. As punições em caso de omissão de socorro variam de advertência até a expulsão do quadro de funcionários. Informações do jornal A Tarde.