Gastronomia

Salvador ganha 6º Restaurante Popular em Sussuarana e alcança 2,8 mil refeições gratuitas por dia

Redação,
21/06/2024 | 16h06

A Prefeitura de Salvador inaugurou nesta sexta-feira (21), no bairro de Sussuarana, o 6º Restaurante Popular do programa Vida Nova. Localizado na Rua Manoel Bispo dos Santos, 13, o novo espaço vai funcionar de segunda a sexta-feira, das 11h às 13h, com capacidade para oferecer refeições diárias para 400 pessoas em situação de vulnerabilidade social. Com o funcionamento da nova unidade, passam a ser distribuídas gratuitamente cerca de 2,8 mil refeições diárias e 56 mil por mês na rede de restaurantes populares do município. Os outros espaços ficam nos bairros de Pau da Lima, São Tomé de Paripe, Periperi, Águas Claras e Fazenda Coutos. As próximas localidades beneficiadas a serem entregues ainda este ano serão Mares, São Cristóvão, Valéria e Pernambués. A meta é atingir dez restaurantes populares em funcionamento até setembro, com a oferta de aproximadamente 5 mil refeições por dia. A escolha dos bairros para implementação dos restaurantes leva em consideração os dados socioeconômicos de cada região, observando índices populacionais, de insegurança alimentar e a quantidade de famílias em estado de pobreza. O prefeito Bruno Reis destacou que, somente na atual gestão, já foram inaugurados quatro novos espaços desse tipo. “A Gerdau havia fechado o restaurante em São Tomé de Paripe e nós reabrimos, mantendo pela Prefeitura. Depois, abrimos o segundo, em Pau da Lima. Este ano, foi aberto o terceiro em Águas Claras, o quarto em Periperi, o quinto em Fazenda Coutos e agora este sexto restaurante, em Sussuarana. Devemos entregar até o dia 5 de julho os de Mares, Valéria e São Cristóvão, e o décimo restaurante até setembro, em Pernambués”, disse o chefe do Executivo municipal.   Moradora de Sussuarana há 43 anos, a aposentada Maria Sônia Alves, de 70 anos, elogiou o novo restaurante, onde foi servida uma feijoada no primeiro dia de funcionamento. “Às vezes, o dinheiro não dá. Eu moro com minha filha e três netos pequenos. Isso aqui vai ser a maior força para a gente, as crianças, os moradores, as pessoas que estão na rua. A Prefeitura está de parabéns”, disse. Acompanhamento social – O secretário municipal de Promoção Social, Combate à Pobreza, Esportes e Lazer, Júnior Magalhães, explicou que, além de distribuir refeições, cada restaurante popular atua em conjunto com um Centro de Referência de Assistência Social (Cras), para acompanhamento das famílias e atendimento de outras demandas. “A fome não espera, mas o prato de comida não resolve todos os problemas daquela família. A pobreza não é somente alimentar, tem várias dimensões. Então, queremos inicialmente combater a fome e, depois, discutir a superação da pobreza, gerando oportunidade de renda para essa população. Já temos uma gama de cursos com o Senac e Senai, que serão ofertados gratuitamente”, afirmou. Para esses cursos, acrescentou o secretário, o transporte também é custeado pela administração municipal. “A gente sabe que, muitas vezes, se não tiver o transporte, limita as pessoas a participarem dos cursos”, apontou. Demais ações – No discurso, Bruno Reis também ressaltou outras ações da gestão municipal em Sussuarana, como a inauguração de duas unidades de saúde, a reconstrução total de três escolas (uma em andamento e duas em fase de licitação) e intervenções viárias, como a requalificação da Avenida Ulysses Guimarães – quando ainda era secretário de Infraestrutura. “Aqui investimos na saúde, na educação e na infraestrutura. Faltava um importante equipamento na área social. Não há nada mais importante para o ser humano do que garantir o prato na mesa. Se a gente estiver com fome, não adianta curso profissionalizante, porque não vai aprender. Não adianta a pessoa ir para uma seleção de emprego, porque não vai passar”, afirmou.