Ricardo Ishmael lança primeiro livro infanto-juvenil

Literatura, No Circuito
3 de agosto de 2020
por Genilson Coutinho

Lalá é uma menina alegre, sapeca e brincalhona. Aos seis anos, foi diagnosticada com ambliopia, quando um dos olhos “enxerga” menos que o outro. Para corrigir, Lalá também passou a usar um tampão. A partir daí vieram os apelidos na escola: “menina pirata”, “Capitão Gancho”, “esquisita”. É com este enredo que o jornalista Ricardo Ismael lança seu primeiro livro infanto-juvenil.

A história de Lalá é contada em A Princesa do Olhinho Preguiçoso (Mojubá Editora, 32 páginas, R$ 36,90). A publicação ganhou tradução em inglês e espanhol e ilustrações de Heitor Neto, profissional com ampla experiência na área, com vários livros infanto-juvenis no currículo.

O projeto editorial é da Mojubá Editora. Por causa da pandemia da Covid-19, a Mojubá foi decidido “dividir” o lançamento do livro em dois momentos. O primeiro, uma Live Oficial com a participação de Ricardo Ishmael e Heitor Neto, na próxima sexta-feira, dia 7 de agosto, véspera do aniversário do autor, às 17h no instagram @ricardoishmael. O segundo momento será no pós-pandemia, quando uma ação de lançamento será realizada nas livrarias de Salvador.

Heitor e Ricardo mergulharam no universo infantil para criar uma história colorida, divertida, atraente, que agrada desde as crianças até os seus avós. “Me coloquei no lugar da Lalá e tentei captar as suas alegrias, tristezas, sonhos e a sua sutileza. Espero ter conseguido colocar todas essas emoções nos desenhos”, diz Heitor.

A versão em língua inglesa, The Princess with a Little Lazy Eye, foi traduzida e revisada pelo experiente professor de línguas Renan Oliveira. Já a versão em espanhol, intitulada La Princesa y su Ojito Vago, teve a participação de Pilar Martin e Tiago Garcia na tradução e na revisão.

O autor, que também é apresentador do Jornal da Manhã, da Rede Bahia, e já tem um livro de contos publicado, criou uma personagem que sonha ter uma varinha mágica. Assim, ela poderia virar uma princesa e morar num reino encantado. “Um lugar colorido, feito de doces e chocolates, com bichinhos falantes, e onde não teria que usar tampão nem haveria espaço para o bullying. Esse é o desejo de Lalá”, diz Ricardo.

A inspiração para escrever a história de Lalá veio de uma das sobrinhas do autor. “Anna Lara, que além de sobrinha é minha afilhada, usou tampão durante muitos anos. Não foi fácil para ela, como não é fácil para nenhuma criança, por isso estivemos vigilantes ao menor sinal de bullying”, acrescenta. Esse, aliás, é o maior propósito do livro: reforçar a necessidade de que pais e professores estejam atentos, percebam e ajam com rapidez ao notarem os primeiros sinais de que algo não vai bem com as nossas crianças.

Apelidos negativos, perseguição por causa de características físicas ou de comportamento, humilhação.Essas práticas, hoje conhecidas como bullying, quando repetidas inúmeras vezes, podem provocar o que psicólogos, pedagogos e psicopedagogos chamam de “adoecimento emocional”. Podem causar alterações de humor, irritabilidade, comprometimento do rendimento escolar, além de levar à depressão e, em casos mais extremos, o suicídio.

Em A Princesa do Olhinho Preguiçoso, Ricardo Ishmael propõe o diálogo entre família e escola, e sugere que o debate sobre o bullying deve estar presente em todos os espaços sociais. “Família, escola, igreja, universidade, governos, sociedade em geral. Somos todos nós responsáveis pelo combate ao bullying, e desta responsabilidade não podemos nos furtar.”, afirma Ishmael.

As três versões de A Princesa do Olhinho Preguiçoso já estão disponíveis para aquisição no site oficial da Mojubá Editora, mojubaeditora.com.br, ao preço promocional de R$ 36,90.

Agenda da Live

Ricardo Ishmael lança primeiro livro infanto-juvenil
Livro: A Princesa do Olhinho Preguiçoso
Data: 7/08 (sexta-feira)
Horário: 17h
Onde: instagram @ricardoishmael
Editora: Mojubá

Páginas: 32
Valor Promocional: R$ 36,90
Aberto ao público

Deixe seu comentário

Sem comentários, seja o primeiro.